ENTRETENIMENTO

Oscar 2016: Artistas protestam contra 'epidemia' de armas nos EUA

29/02/2016 02:29 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Montagem/Getty Images

Algumas celebridades resolveram incrementar os looks do Oscar 2016 com um detalhe especial: uma pulseira, símbolo da campanha contra a violência armada nos Estados Unidos.

Patricia Arquette, Steve Carell, Bryan Cranston e outros escolheram usar a peça como forma de protestar sobre a situação no país que tem 90 americanos mortos todos os dias, de acordo com a nota oficial do Brady Campaign to Prevent Gun Violence, instituto responsável pelas pulseiras.

"Nesta temporada de premiações, a Brady Campaign to Prevent Gun Violence está se unindo à Hollywood para trazer à tona as histórias dos 90 americanos mortos diariamente pela violência armada. No tapete vermelho, celebridades de alto perfil vão juntar esforços para trazer a discussão sobre o custo humano da violência armada. Elas vão usar pulseiras feitas à mão que fazem homenagem aos americanos mortos ou feridos pela violência armada."

pulseira violencia armada

De design minimalista, as peças são símbolos da campanha que tem como objetivo promover uma reflexão crítica sobre a necessidade do porte de armas.

Vencedores do Oscar 2016

LEIA MAIS:

- Filmes indicados ao Oscar 2016 ganham cartazes honestos e engraçados

- Barack Obama quer redobrar esforços contra a 'epidemia de violência' armada

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: