NOTÍCIAS
29/02/2016 18:29 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Cardozo deixa o Ministério da Justiça e assume a Advocacia-Geral da União

Marcelo Camargo/Agência Brasil

A presidente Dilma Rousseff oficializou na tarde desta segunda-feira (29) a troca nos comandos do Ministério da Justiça, da Advocacia-Geral e da Controladoria-Geral da União.

José Eduardo Cardozo, que era titular da Justiça, passará a ser o advogado-Geral da União. Para o lugar dele foi nomeado o ex-procurador Geral da Justiça da Bahia, Wellington César Lima e Silva. Para o cargo de ministro-chefe da CGU, assumirá o especialista em combate à corrupção Luiz Navarro de Brito.

Polêmica

Em 2013, antes da votação da PEC 37, que retirava do Ministério Público e outras autoridades fiscalizadoras o poder de investigação, Wellington César disse ser favorável ao poder de investigação de diversos órgãos públicos e contra a "plena hegemonia" da polícia na condução de apurações criminais.

"Não apenas a polícia, mas autoridades da saúde, fazendárias, entre outras, assim como as CPIs e outras instâncias podem colaborar no sentido de que a resultante do esforço persecutório no Estado republicano brasileiro fique mais aperfeiçoado, que não haja uma plena hegemonia que eventualmente conspurque contra os interesses coletivos de ver as infrações convenientemente apuradas", disse César à época.

Segundo ele, em alguns casos a exclusividade da polícia pode prejudicar o resultado das investigações. "De fato a polícia judiciária deve deter precipuamente a atividade de investigação e elucidação das práticas penais. Todavia, existem situações específicas que o descortinamento de uma investigação ficaria comprometido se estivesse apenas nas mãos da polícia", afirmou.

LEIA ÍNTEGRA DA NOTA DO PLANALTO

A Presidenta da República Dilma Rousseff informa que o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, deixará a pasta e assumirá a chefia da Advocacia Geral da União, em substituição ao Ministro Luiz Inácio Adams que solicitou o seu desligamento, por razões pessoais.

Assumirá o Ministério da Justiça o ex-Procurador Geral da Justiça do Estado da Bahia, Dr. Wellington César Lima e Silva.

Assumirá o cargo de Ministro-Chefe da Controladoria Geral da União, o Sr. Luiz Navarro de Brito.

A Presidente da República agradece os valiosos serviços prestados ao longo de todos estes anos, com inestimável competência e brilho, pelo Dr. Luís Inácio Adams, e deseja pleno êxito à sua atividade profissional futura.

Agradece ainda ao ministro-interino da CGU Sr. Carlos Higino pela sua dedicação.

(Com Estadão Conteúdo)

LEIA TAMBÉM:

- O PT acha que Cardozo é o 'culpado' por 'perseguição' a Lula. Ministro resolveu sair

- FINALMENTE! Cunha pode virar réu por corrupção na próxima quarta-feira

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: