ENTRETENIMENTO
25/02/2016 20:04 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

Pai de Amy Winehouse diz que documentário não vai 'definir imagem' da cantora

O pai da cantora inglesa Amy Winehouse (1983-2011) está insatisfeito com o elogiado documentário Amy (2015), sobre a vida da filha, recentemente indicado ao Oscar e ganhador do Bafta.

Motorista de táxi, cantor e filantropo, Mitch Winehouse rejeitou o filme dirigido por Asif Kapadia como fiel aos fatos.

Ele postou no Twitter:

"Meus amigos, esse filme não definirá a imagem de Amy. Nós já estamos trabalhando em outros projetos. Não posso dizer mais nesse estágio."

Em entrevista ao Guardian em 2015, ele disse que o documentário de Kapadia poderia prejudicar a imagem da fundação, assim como o retrata como se fosse "ganancioso" e "indiferente".

Ele admitiu ao jornal que "cometeu muitos erros, mas não amar [minha] filha não foi um deles".

No mesmo ano, ele disse ao UOL que o filme é uma "mentira". À GQ Brasil, Mitch anunciou que faria o próprio documentário.

O cineasta Reg Traviss, namorado de Amy na época de sua morte, está envolvido no projeto.

Mitch é autor do livro Amy, Minha Filha (Record, 2012), em que ele próprio narra a história de vida da cantora, e também é membro da instituição de caridade Amy Winehouse Foundation, criada pela família da artista.

A cantora morreu em decorrência de uma overdose alcoólica.

Atualmente, Amy está disponível na Netflix.

LEIA MAIS:

- Lorde canta 'Life on Mars?' para homenagear David Bowie no Brit Awards

- Jennifer Lawrence é a atriz mais bem paga do Oscar 2016, segundo a Forbes

- Ava DuVernay vai dirigir para Disney adaptação de clássico infantojuvenil 'Uma Dobra no Tempo'

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: