ENTRETENIMENTO

A floresta que inspirou o mundo do Ursinho Pooh

08/02/2016 19:35 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

christopher_leitão_pooh

Em 18 de janeiro comemorou-se o dia nacional do Ursinho Pooh, também conhecido como o aniversário do autor britânico A.A. Milne. Ele foi o criador do nosso ursinho favorito, no livro de mesmo nome publicado em 1926 – Winnie-the-Pooh.

Foi o filho de Milne – um menino chamado Christopher Robin – que, com seu ursinho de pelúcia chamado Winnie, inspirou o universo populado por Tigrão, Abel, Leitão e Bisonho. Juntos, os personagens, muitos baseados nos brinquedos de Christopher, viviam em uma terra fictícia chamada Bosque dos Cem Acres.

Como a maior parte dos componentes da história de Milne, o Bosque dos Cem Acres também foi inspirado em sua vida real.

O mundo de Winnie-the-Pooh se baseia numa área de Sussex conhecida como Floresta de Ashdown, uma área de 20 mil quilômetros quadrados pontuada por bétulas e pinheiros, cerca de 50 quilômetros ao sul de Londres. Muitos dos desenhos de E.H. Shepard para Winnie-the-Pooh retratam o cenário de Ashdown.

Graças a um novo livro, os fãs do Ursinho Pooh e sua turma podem vivenciar a mágica de Ashdown.


baseado no lap gills real

Galeões Lap é baseado no Lap Gills real.



The Natural World of Winnie-the-Pooh ("o mundo natural de Winnie-the-Pooh", em tradução livre), de Kathryn Aalto, leva os leitores num tour visual do interior da Inglaterra, acompanhado por cópias dos conhecidos desenhos de Shepard.

Aalto vai da casa em que Milne escreveu a história às trilhas em que Christopher Robin caminhava na infância. Cada destino é relacionado a seu correspondente na história criada por Milne.

O lugar onde mora o canguru Guru, o lugar encantado, o lugar dos piqueniques e a árvore da colmeia – todos são retratados. O bosque mudou muito desde os tempos de Milne, mas ainda há tesouros, seja uma ponte ou um areal.

“O tempo não anda no fictício Bosque dos Cem Acres”, escreve Aalto. “Na nossa imaginação infantil, a floresta e o bosque onde vivem o Ursinho Pooh e seus amigos pode ser um lugar estático, que só visitamos quando somos jovens. Na floresta de Ashdown, é claro, o cenário vive, respira e se transforma.”


o cenário mudou

Placa de rua com o nome do ursinho Pooh



O livro tem muitos detalhes da vida de Milne, lembranças da genialidade de Shepard e trívias sobre a fauna e a flora de Ashdown. Aalto fala sobre o entorno da floresta, a vila de Hartfield, a casa de Milne, em Cotchcord Farm, e também lembra dos lugares que aparecem na obra de ficção.

Fãs do personagem vão gostar dessas partes, especialmente as regras para jogar Poohsticks:

1. Traga seus próprios Poohsticks.

2. Todos os pedaços de madeira devem ter o mesmo peso e tamanho. Se forem parecidos, devem ser pintados de cores vivas.

3. Quem começa deve dizer: “Preparar, apontar, vai!”

4. Os competidores ficam um do lado do outro, contra a corrente.

5. Debruçando-se sobre a ponta, estique o braço de modo que os pedaços de madeira estejam todos na mesma altura em relação à água.

6. Quando se ouve o “Vai!”, todos os competidores largam suas varas. (Elas não devem ser arremessadas.)

7. Corra para o outro lado da ponte.

8. A primeira vara a aparecer do outro lado da ponte é a vencedora.

9. Repita e repita e repita...


christopher robin com pooh_ leitão e roo



Em homenagem aos 90 anos do livro original de Milne, que serão comemorados este ano, veja algumas fotos de Ashdown.

The Natural World of Winnie-the-Pooh: A Walk Through the Forest That Inspired the Hundred Acre Wood ("o mundo natural de Winnie-the-Pooh: uma caminhada pela floresta que inspirou o bosque dos cem acres", em tradução livre), de Kathryn Aalto, foi lançado pela Timber Press.


  • KATHRYN AALTO
    A ponte dos Poohsticks.
  • KATHRYN AALTO
    Casas Eeyore na floresta de Ashdown.
  • KATHRYN AALTO
    Uma trilha leva ao lugar que inspirou a Expotition do Pólo Norte.
  • KATHRYN AALTO
    Campos de colza, perto de Hartfield.
  • KATHRYN AALTO
    Surpresas no caminho da ponte dos Poohsticks.
  • KATHRYN AALTO
    O mato em Cotchcord Farm.
  • KATHRYN AALTO
    Burros no pasto de Cotchcord Farm.
  • KATHRYN AALTO
    A ponte dos Poohsticks.



Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Menino ou menina? Conheça a verdadeira história sobre a 'Ursinha' Pooh

- Nostalgia: Por que 'Caverna do Dragão' nunca terminou?

- Nostalgia: 93 aberturas de desenhos para matar a saudade

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: