NOTÍCIAS
05/02/2016 19:07 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Por onde anda Deborah Blando, voz de 'Unicamente', 'Somente o Sol' e outros hits dos anos 90

Montagem/Instagram

Se você viveu intensamente os anos 90, seguramente Deborah Blando marcou a sua trilha sonora pessoal.

Seja bem no comecinho da década, com a irreverente Boy (Why You Wanna Make Me Blue?) — faixa da melhor-novela-ever, Vamp — a melancólica Innocence ou a releitura de Decadence Avec Elegance, originalmente de Lobão.

Seja em meados dos 90 com dois dos maiores hits da época: a roots Unicamente, uma ode à natureza, e o cover do clássico I'm Not In Love que, com Deborah, virou Somente o Sol.

As melodias pop de Deborah eram envolventes, com letras chiclete. Com essa solução de refrões fáceis, a teledramaturgia global sempre utilizou canções da ítalo-brasileira para ilustrar romances de suas personagens e até temas de abertura das novelas.

Da TV para as rádios Brasil afora, Deborah Blando vendeu cinco milhões de cópias de seus CDs.

O último grande hit da cantora tema de novelas foi Chocolate com Pimenta, da novela homônima que foi ao ar em 2003.

Um hiato na carreira e na música dela se seguiu neste século.

Desde o ano passado, porém, Deborah Blando vem fazendo aparições em programas de TV para falar de seu retorno aos palcos.

E a volta, com tapete vermelho, será celebrada neste domingo (7), com uma participação no Domingão do Faustão, a partir das 18h.

Aqui vai uma palhinha de como Deborah Blando está hoje:

Deborah Blando está de volta!


Somente Só

Afinal, por que Deborah Blando ficou tanto tempo longe dos holofotes?

A dependência química foi o algoz da cantora, conforme revelou em entrevista ao jornal Extra em 2012.

Foram dois anos me entupindo de remédios e viciada em cocaína e maconha. Até que eu quase morri com uma overdose de ritalina. O meu coração quase parou. Fui ao fundo do poço.

A cantora admitiu não ter tido "estrutura emocional" para encarar o sucesso.

Por isso, sofreu com depressão e teve episódios de síndrome de pânico.

Para superar os anos de crise, recorreu a uma comunidade budista na Inglaterra, dedicando-se a meditar e fazer análise.

Recuperada, gravou os álbuns Polares e In Your Eyes, em 2012, mas não conseguiu êxito.

Para este ano, ela pretende intensificar a agenda de shows e promete surpresas.

Quem sabe não vêm por aí hits únicos como este...

Tomara!

LEIA MAIS:

- 12 momentos inesquecíveis de 'Segundas Intenções', clássico teen dos anos 90

- Pulp Fiction: 20 anos da melhor trilha sonora de todos os tempos

- 30 motivos para comemorar os 30 anos do Esquadrão Relâmpago Changeman

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: