ENTRETENIMENTO

Quadrinista Marcello Quintanilha vence prêmio no Festival Angoulême por 'Tungstênio'

01/02/2016 16:02 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Tungstène - Prix Polar - Angoulême 2016.

Posted by Marcello Quintanilha on Sunday, January 31, 2016

Deu Brasil no 43º Festival Internacional de Quadrinhos Angoulême, na França, neste último domingo (31).

O fluminense Marcello Quintanilha, um dos principais nomes nos quadrinhos brasileiros atualmente, venceu o prêmio "Polar SNCF", de melhor história policial, por Tungstênio, sua primeira graphic novel. O Angoulême é um dos principais prêmios europeus de HQs.

A obra foi lançada na França como Tungstène, pela editora Çà et Là, em 2015.

tungstênio

Tungstênio foi lançado no Brasil originalmente em 2014, pela Veneta, e narra, com bastante suspense e reviravoltas, um dia na vida de um policial, sua esposa, um traficante e um ex-sargento em Salvador, todos envolvidos em um único acontecimento.

marcello quintanilha

O elogiado autor também é conhecido pelos quadrinhos Talco de Vidro (2015), Almas Públicas (2011) e Sábado dos Meus Amores (2009). Já usou o pseudônimo Marcello Gaú, vive na Espanha desde 2002 e colabora com ilustrações para jornais.

Prêmio

Neste ano, o belga Hermann venceu o Grand Prix do Angoulême, pelo conjunto da obra, após o festival anunciar, no início de janeiro, uma lista de 30 indicados ao prêmio sem uma mulher sequer. Uma campanha de boicote foi organizada entre quadrinistas mundo afora, mulheres e homens, em protesto.

A lista de vencedores você pode ver aqui.

LEIA MAIS:

- Quadrinista belga Hermann é ganhador do Grand Prix no Festival Angoulême

- 12 quadrinhos brasileiros que mostram como estamos arrasando nesta arte

Também no HuffPost Brasil:

12 quadrinhos brasileiros que mostram como estamos ARRASANDO nesta arte


SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: