NOTÍCIAS

Governo da Nova Zelândia oferece bolsas de pós-graduação para brasileiros

01/02/2016 18:03 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Jeremy Woodhouse via Getty Images
Snowcapped mountains reflecting in still lake, Mount Cook Village, Mckenzie Country, New Zealand

Estão abertas a partir desta segunda-feira (1) as inscrições para o New Zealand Development Scholarships, programa do governo da Nova Zelândia que concede bolsas de pós-graduação para estudantes latino-americanos.

As bolsas são para cursos nas áreas de agricultura e energias renováveis, com qualificações de certificado de pós-graduação (6 meses de curso), diploma de pós-graduação (1 ano) e mestrado (1 a 2 anos).

O propósito é fomentar avanços acadêmicos e científicos nas áreas. Para isso, a iniciativa busca candidatos que tenham interesse com o desenvolvimento econômico de seus países de origem e que passem pelo menos dois anos nele após a conclusão dos estudos na Nova Zelândia. O objetivo é que o profissional aplique o conhecimento adquirido no desenvolvimento local.

Além do Brasil, o programa do governo neozelandês vai recrutar candidatos da Argentina, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru e Venezuela.

Para se candidatar às bolsas, os interessados devem ter pelo menos 18 anos no início do período da bolsa, devem ser cidadãos dos países onde fizeram a inscrição e terem vivido, ao menos, os últimos dois anos naquele país e terem de retornar por pelo menos dois anos após o término do curso na Nova Zelândia.

Os interessados têm até o dia 30 de abril de 2016 para se cadastrarem no site http://bit.ly/1Snnywb para disputarem uma vaga para o programa de 2017/2018.

Para ver a lista completa dos programas de pós-graduação disponíveis em agricultura, clique aqui. Já para a relação dos cursos referentes a energia renovável, clique aqui.

LEIA MAIS:

- Universidade Yale, uma das melhores do mundo, oferece bolsa de estudo para jovem brasileiro

- Travesti que foi 1º lugar em Serviço Social na UFPE: 'Ainda não é vitória; é só o começo'

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: