ENTRETENIMENTO

'Todos estão recebendo oportunidades justas?', questiona Obama sobre polêmica racial no Oscar

28/01/2016 12:00 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
BRENDAN SMIALOWSKI via Getty Images
US President Barack Obama pauses while speaking during an event with city mayors from around the country in the East Room of the White House January 21, 2016 in Washington, DC. / AFP / Brendan Smialowski (Photo credit should read BRENDAN SMIALOWSKI/AFP/Getty Images)

O presidente dos EUA, Barack Obama, falou nesta quarta-feira (27), pela primeira vez, sobre a polêmica racial envolvendo os indicados ao Oscar.

Segundo o mandatário, a discussão em torno das indicações é apenas "uma expressão de uma questão bem mais ampla".

As declarações foram feitas durante uma rodada de entrevistas com apresentadores de televisão. Quem tocou no assunto foi David Ono, da KABC, afiliada da rede ABC.

"Eu acho que a Califórnia é um exemplo da incrível diversidade desse país. Isso é forte. Eu acho que quando a história de todos é contada, isso é melhor para a arte", comentou o mandatário, que afirmou que a indústria pode se beneficiar ao dar espaço para negros e também para grupos étnicos minoritários.

"O entretenimento se torna melhor quando todos podem se sentir parte de uma família americana. Eu acho então que, como toda a indústria, deve-se olhar para os talentos, e proporcionar oportunidade a todos. E eu acho que a questão do Oscar é realmente uma expressão dessa questão mais ampla. Nós estamos nos certificando de que todos estão recebendo oportunidades justas?", questionou o mandatário.

As indicações para o Oscar deste ano foram anunciadas no dia 14 de janeiro e, pelo segundo ano consecutivo, as 20 principais categorias são compostas inteiramente por pessoas brancas.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: