MULHERES

Selfie de uma mãe pós-parto mostra como o corpo realmente fica logo depois de parir

26/01/2016 12:54 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

"É assim que se parece um pós-parto depois de 24 horas", foi a mensagem que Erica Andrews quis passar às pessoas ao postar uma foto que vem gerando absoluto fascínio nas redes sociais americanas.

Na foto, postada em seu Instagram, Erica, que acabara de parir seu quinto filho, usa uma fralda de adulto e amamenta seu recém nascido que está preso ao seu corpo por um sling - tipo de "carregador de bebê" feito de tecido.


This is what 24 hours postpartum looks like. Baby in sling. Skin to skin. Adult diapers. And a rosy glow. My body feels like it ran a marathon and my heart is wide open from yesterday's travels. Birth opens us like an earthquake opens the earth and I am still in the intimate, fragile throes of that opening. I feel raw. Emotional. Different. I feel like I'm on the undulating surface of the rippling ocean being tossed back and forth between happiness, gratitude, melancholy, and grief. 25 hours ago I held life within and 24 hours ago I surged and transformed allowing life to flow through me, into my waiting hands. The emptiness in my womb brings a heavy feeling crashing into reality but then this new little life whimpers, searching for the breast with soft rooting, and I feel whole again. I am still processing the beautiful transition my whole family has traveled through and I am in complete awe of our strength as humans, women, and mothers. This time is simply unlike any other. #fourthtrimester

Uma foto publicada por Erica (@laughing.moon) em


“Bebê no sling. Pele na pele. Fralda de adulto. E um brilho rosado. Parece que meu corpo correu uma maratona e meu coração está de braços abertos para a viagem de ontem. O parto nos abre da mesma forma que um terremoto abre a terra e eu ainda estou dentro dessa íntima e frágil abertura. Eu me sinto crua. Emotiva. Diferente. Eu sinto como se estivesse boiando na superfície das ondas do oceano, sendo levada para frente e para trás em meio à felicidade, gratidão, melancolia e pesar.”

A mãe, que mora em Ohio, nos Estados Unidos, descreveu de maneira bastante poética as emoções, por vezes contraditórias, que frutificaram da experiência de parir seu filho Silas.

No texto, ela compara o estranho vazio que agora se apodera de seu ventre com a beleza de carregar uma vida em suas mãos. “Dessa vez é simplesmente diferente de qualquer outra”, afirma.

Em entrevista ao Huffington Post, ela disse que se sentiu particularmente emocionada com essa gravidez porque Silas é seu quinto e último bebê.

“Quando eu me olhei no espelho no dia seguinte tive vontade de capturar o que eu, de alguma forma, havia guardado comigo mesma das últimas quatro vezes, que é como os nossos corpos se aparentam, de fato, logo após o parto. Em que nós começamos tão cheinhas e preenchidas de vida e terminamos com uma barriga murcha e uma vida em nossos braços. As palavras são o modo como eu consigo navegar por esse período que me é frágil."

Nós aqui do HuffPost Brasil esperamos que as pessoas continuem a receber com bons olhos imagens que demonstram, com naturalidade, momentos tão íntimos e delicados como o pós-parto -- deixando de lado a espetacularização que muitas vezes se faz sobre esses acontecimentos.

LEIA MAIS

- A reação das pessoas à foto de Manuela D'Ávila é a prova de que amamentar ainda é tabu

- Academia faz campanha polêmica em prol da amamentação em público

- 6 coisas que eu queria que alguém tivesse me dito sobre ter um bebê

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: