NOTÍCIAS

Nova York confirma três infectados pelo zika vírus

23/01/2016 14:43 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
ASSOCIATED PRESS
This 2006 photo provided by the Centers for Disease Control and Prevention shows a female Aedes aegypti mosquito in the process of acquiring a blood meal from a human host. On Friday, Jan. 15, 2016, U.S. health officials are telling pregnant women to avoid travel to Latin America and Caribbean countries with outbreaks of a tropical illness linked to birth defects. The Zika virus is spread through mosquito bites from Aedes aegypti and causes only a mild illness in most people. But there’s been mounting evidence linking the virus to a surge of a rare birth defect in Brazil. (James Gathany/Centers for Disease Control and Prevention via AP)

O Estado de Nova York divulgou nesta sexta (22) a ocorrência de três casos de zika vírus em seu território. As informações são do New York Times.

De acordo com o NYT, os três infectados viajaram para regiões afetadas pelo Zika no exterior -- sem identificar quais.

Um dos pacientes está completamente recuperado, e outros dois estão em recuperação, com sintomas leves incluindo febre alta, coceira, dor nas articulações e olhos vermelhos.

Ainda não há casos de casos transmitidos dentro dos Estados Unidos, e o risco é considerado baixo no momento porque o Aedes aegypti não é ativo nos meses de inverno.

Nesta sexta os CDCs (Centro de Controle de Doenças dos EUA) estenderam o alerta de viagem para que mulheres grávidas evitem 22 destinos na América Latina e Caribe devido ao zika, por causa de sua associação com a microcefalia.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: