ENTRETENIMENTO

#OscarStillSoWhite: Charlotte Rampling, atriz indicada ao prêmio, diz que boicote é 'racista para brancos'

22/01/2016 14:48 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Clemens Bilan via Getty Images
BERLIN, GERMANY - DECEMBER 11: Charlotte Rampling attends the EFA Filmgala Opening - 15th French Film Week Berlin on December 11, 2015 in Berlin, Germany. (Photo by Clemens Bilan/Getty Images)

Racismo inverso existe? Não. Mas para a atriz inglesa Charlotte Rampling, 69, indicada ao Oscar neste ano pelo drama 45 Anos, existe.

Em entrevista à rádio Europe 1 nesta sexta-feira (22), ela demonstrou total insensibilidade a respeito da enxurrada de críticas que a Academia do Oscar tem recebido nos últimos dias, por causa de suas indicações dominadas, majoritariamente, por homens brancos, deixando para fora minorias como negros e LGBT.

Há, inclusive, uma campanha de boicote que ganha cada vez mais tamanho, apoiada por negros da indústria do cinema como Spike Lee, Jada Pinkett Smith e Will Smith.

A atriz disse que o boicote é "racista para os brancos", segundo o Guardian, que traduziu a fala de Rampling do francês para inglês.

Não, você não leu errado. E ela disse mais: "Não há como ninguém saber, mas talvez os atores negros não tenham merecido chegar à lista final".

"Por que classificar as pessoas?", respondeu, quando foi perguntada a respeito de cotas para negros nas indicações.

"Hoje em dia", continuou", "todo mundo é mais ou menos aceito. Pessoas sempre dizem: 'Ele é menos bonito', 'ele é negro demais, 'ele é branco demais'... Alguém sempre vai dizer 'você também é [isso ou aquilo]'. Mas nós precisamos acreditar por causa disso que deveria haver várias minorias em todo lugar?"

Quando o entrevistador perguntou a atriz sobre o fato de que os negros da indústria do cinema se sentem como minoria, Rampling respondeu: "Sem comentários".

Rampling é uma respeitada atriz do cinema europeu, já trabalhou com diretores Woody Allen, François Ozon e Lars von Trier.

Também no HuffPost Brasil:

12 filmes na Netflix em que negros são protagonistas


LEIA MAIS:

- #OscarStillSoWhite: Oscar pode incluir novos indicados a melhor filme, atores e atrizes, aponta NYT

- Lupita Nyong'o: 'O Oscar deve ser um reflexo diversificado do melhor da arte'

- Academia promete 'medidas dramáticas' para ser mais diversificada

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: