NOTÍCIAS

Ataque a universidade no Paquistão deixa mais de 20 mortos

20/01/2016 10:34 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
HASHAM AHMED via Getty Images
Pakistani rescuers shift an injured victim in an army ambulance from a hospital following an attack by militants in the Bacha Khan university in Charsadda, about 50 kilometres from Peshawar, on January 20, 2016. At least 21 people died in an armed assault on a university in Pakistan on January 20, where witnesses reported two large explosions as security forces moved in under dense fog to halt the bloodshed. AFP PHOTO / Hasham AHMED / AFP / HASHAM AHMED (Photo credit should read HASHAM AHMED/AFP/Getty Images)

Um grupo de militantes atacou uma universidade no norte do Paquistão, numa ação que deixou ao menos 21 mortos nesta quarta-feira (20).

O número de mortos ainda pode subir para até 40 pessoas, segundo policiais. Salas de aula e moradias de estudantes ainda estavam sendo revistados.

A maioria das vítimas, estudantes, foi morta a tiros numa residência para rapazes no campus da Bacha Khan University, em Charsadda.

Os militantes escalaram os muros da Universidade Bacha Khan, em Charsadda, na província ao norte de Khyber Pakhtunkhwa, antes de entrar nos prédios e abrir fogo contra estudantes e professores que estavam nas salas de aula e moradia estudantil, disse a polícia.

Policiais e forças especiais entraram na instituição para conter o assalto, enquanto imagens de televisão mostravam estudantes fugindo.

"Mais de 30 pessoas, incluindo alunos e guardas da segurança foram feridas”, acrescentou o chefe da polícia regional Saeed Wazir.

O porta-voz do Exército, o major-general Asim Bajwa, disse no Twitter que quatro terroristas foram mortos.

Os estudantes contaram que um professor – designado pela imprensa como Syed Hamid Hussain – combateu os terroristas, disparando sua arma.

O porta-voz do serviço de resgate, Bilal Ahmad Faizi, disse que corpos de pelo menos 19 pessoas haviam sido retirados, incluindo estudantes, guardas, policiais e ao menos um professor.

A troca de tiros terminou depois de várias horas, e quatro militantes foram mortos, informaram militares. O ataque ocorre pouco depois de um ano de homens do Taliban terem matado 134 estudantes em uma escola perto de Peshawar.

Uma autoridade graduada da área de segurança que estava no local informou à Reuters que 90% do campus já estava seguro e que o saldo de feridos chegava a 51 pessoas.

(Com informações das agências de notícias)

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: