ENTRETENIMENTO

Sereísmo: moda de se vestir com cauda de sereia se espalha entre famosos (FOTOS)

19/01/2016 15:33 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Reprodução/Instagram

Aparentemente, a tendência número um para o verão de 2016 é o sereísmo.

Mas que diabos é isso? Para algumas pessoas, o sereísmo é muito mais do que simplesmente vestir uma cauda de peixe para nadar ou tirar fotos: é todo um estilo de vida baseado nesses seres míticos que são as sereias.

No Brasil, a precursora desse suposto modelo de vida (?!) é a paulista Mirella Ferraz, ativista ambiental e primeira sereia profissional brasileira.

“A sereia é livre e independente. Pode fazer o que quiser, nadar pelo mundo inteiro e conquistá-lo. Ser sereia não é um hobby, é uma atitude!”, afirma Mirella no blog Sereísmo, que mostra todas as profundezas desse universo. Ok...

Comum na Europa, na Ásia e nos Estados Unidos, o sereísmo chegou no Brasil por meio das redes sociais.

No YouTube é possível encontrar várias pessoas ensinando como confeccionar uma cauda e discutindo a experiência de ser sereia. Alguns vídeos têm mais de 5 milhões de visualizações.

No Facebook há um grupo com mais de 1,6 mil brasileiras que trocam ideias sobre a moda do sereísmo.

Aproveitando a onda

Já no fim do ano passado, a estética das sereias começou a ser explorada pelo mundo da moda. Muitas marcas, como a Farm, Imaginarium e o Boticário, criaram produtos focados no assunto.

Aproveitando essa onda, duas mães criaram a loja Sirenita, que produz e vende caudas de sereias para crianças.

Nos Estados Unidos existem pelo menos dez marcas que fabricam esse tipo de produto.

Uma das mais conhecidas é a Fin Fun, que cobra 107 dólares pela cauda. A loucura chega ao nível de – em países como o Canadá e Filipinas – existirem escolas de natação para ensinar a garotada a nadar como sereias.

As celebridades, claro, estão mergulhando de cabeça nessa onda. Ivete Sangalo, Britney Spears, Adriane Galisteu e Cláudia Ohana foram algumas que aderiram ao estilo sereia.

Celebridades na onda do Sereísmo


Nós aqui do HuffPost Brasil não sacamos de onde veio toda essa empolgação com as sereias. E você, o que acha? O sereísmo é mesmo um estilo de vida ou não passa de tiração de onda? Conte para nós nos comentários!

LEIA MAIS:

- Mangina: Nova tendência de selfies é esconder pênis entre as pernas e mostrar que o bizarro não tem limites na internet (+18)

- A importante razão pela qual este time de rugby posou nu

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: