ENTRETENIMENTO

BBB 16 reproduz estereótipo considerado racista com 'boneco-esponja' de cabelo afro na cozinha do programa

19/01/2016 19:05 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
GShow/Reprodução

O BBB 16 estreia esta semana na Rede Globo reforçando em sua cenografia estereótipos considerados racistas.

Na manhã desta quarta-feira (19), os apresentadores André Marques e Cissa Guimarães apresentaram no programa Mais Você detalhes da cozinha da atração, que neste ano apresenta uma mistura “do rústico com o moderno”.

Um detalhe da decoração foi notado pelos espectadores e vem sendo discutido nas redes sociais. Trata-se de um 'boneco-esponja' com cabelo black power disposto na pia do local.

“Tá fácil não. Complicado ver e conviver com esses símbolos violentos sendo reforçados pela TV Brasileira. Puxado, viu? Complicado. Cabelo de‪#‎bombril‬ tá bom pra vc?”, escreveu a estudante baiana Midiã Santana ao compartilhar no Facebook imagens do utensílio de limpeza – disponíveis no site GShow.

Tá fácil não... Complicado ver e conviver com esses símbolos violentos sendo reforçados pela TV Brasileira. Puxado, viu?...

Publicado por Midiã Noelle Santana em Terça, 19 de janeiro de 2016


O utensílio é polêmico desde o seu lançamento, em 2012. Criado pela empresa britânica Paladone, o 'boneco-esponja' está disponível no mercado em duas versões: uma representando 'Diva' e outra um dançarino de disco dos anos 70 (a versão presente na cozinha do BBB).

Assim que começaram a ser comercializados, os bonecos levantaram um debate no Reino Unido sobre racismo e o tratamento pejorativo dado historicamente ao cabelo crespo.

À época, o ativista da causa negra Weyman Bennett , da entidade Unite Against Fascism, fez a seguinte declaração: "Qual será o próximo passo? Escovas para limpar vasos sanitários? Não é apropriado em pleno século XXI termos imagens como essas. Isso reforça estereótipos negativos".

A empresa se defendeu informando ter lançado também bonecos-esponjas de um punk e de uma mulher dos anos 60.

Parece que Rede Globo não acompanhou ou não deu a mínima atenção para essa discussão antes de decorar a casa mais espiada do Brasil.

ATUALIZAÇÃO:

A Rede Globo enviou uma nota de esclarecimento ao HuffPost Brasil:

"A esponja citada, representando um dançarino disco dos anos 1970, faz parte de uma coleção que retrata ícones de gerações e culturas diversas, como uma moça descolada dos anos 1960, um soldado da guarda inglesa e até a própria Rainha Elizabeth. Os outros modelos serão colocados na casa aos poucos, ao longo da temporada do programa."

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:


LEIA MAIS:

- Racismo no Brasil: ator negro preso por engano, resposta de Glória Maria e 'cheiro de neguinha' no BBB

- 'Cabelo vassoura de bruxa': comentário de Faustão sobre dançarina de Anitta gera revolta