NOTÍCIAS
18/01/2016 19:12 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Atletas da NBA celebram Martin Luther King em belíssimo testemunhal (VÍDEO)

A relação dos americanos com Martin Luther King é a única. Dos atletas, inclusive.

É provável que a liga de basquete seja, ao lado do hip hop, um oásis de aceitação dos negros na sociedade ainda racista e preconceituosa.

Nada melhor então que prestar homenagem ao Dr. King. É o que fazer os astros Kyrie Irving, Klay Thompson, DeMarcus Cousins, Paul George. Todos cotados para estarem na Olímpiada deste ano, no Rio de Janeiro.

"Numa forma única. A forma como ele falava, a forma como viveu a vida", cita o ala do New York Knicks, Carmelo Anthony.

"O temperamento dele. O entendimento que ele tinha da cultura e como unificar as pessoas", conta Kobe Bryant, que deixa as quadras ao final da temporada.

"Como uma criança nascida na periferia de Chicago, eu precisava sonhar. Precisava de alguém para acreditar", Dwayne Wade.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: