MULHERES
17/01/2016 19:18 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Esta policial amamentou e salvou a vida de uma recém-nascida encontrada em mata na Colômbia

Um ato de amor pode salvar vidas.

E foi exatamente o que a policial Luisa Fernanda Urrea fez.

Ela usou o próprio seio para amamentar e salvar a vida de uma menina recém-nascida que foi encontrada abandonada na mata da aldeia de Santa Marta, na zona rural do município de Tuluá, região de Valle del Cauca, na Colômbia.

breastfeed

Luisa teve um filho recentemente e, ao ver a menina faminta, ficou comovida e não hesitou em amamentá-la. Ela disse é Radio Caracol, uma rádio local:

"Dei a luz há pouco tempo, tenho leite e percebi as necessidades dessa pobre criatura. Eu penso que qualquer mulher na mesma situação agiria desta forma."

Os policiais encontraram a pequena depois que Ediona Jiménez, de 59 anos -- que colhia laranjas na região -- ouviu o choro de um bebê e, em seguida, pediu ajuda. Ela disse:

“Pensei que era um gato. Abri o pano e me dei conta que não era um gato, mas uma menina”

Después que encontraron la bebe abandonada en zona rural de tulua una integrante de la policia le da leche materna .

Publicado por Radio Robledo em Segunda, 11 de janeiro de 2016


Em seguida, ela alertou a polícia, que levou a criança para o Hospital Tomas Uribe, na região.

A menina tinha alguns machucados e sofria de hipotermia, segundo relato do coronel Javier Martin, comandante da polícia de Valle del Cauca.

Ela foi atendida por médicos e o quadro de saúde é estável.

Segundo uma fonte local, a menina está sob custódia de um programa de proteção infantil, no Instituto Colombiano de Bem-estar Familiar.

As autoridades agora buscam, com ajuda da comunidade, a mãe biológica da recém-nascida para iniciar um processo penal, enquanto a criança ingressa em um programa de adoção.

(Com agências de notícias)

LEIA MAIS:

- A reação das pessoas à foto de Manuela D'Ávila é a prova de que amamentar ainda é tabu

-Deputada é criticada por levar bebê e amamentá-lo no Congresso da Espanha

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: