COMPORTAMENTO

Tom Hardy: 'Masculinidade não tem nada a ver com ser macho'

14/01/2016 19:17 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

tom hardy

Tom Hardy tem algo a dizer aos homens.

Nesta entrevista ao The Red Bulletin (em inglês), ele afirma ter o maior respeito e admiração por seus amigos que fazem parte do exército. Queria ser um deles, inclusive.

"Essas são as pessoas que lutam pela nossa liberdade. Soldados são um tipo específico de pessoa e eu me sinto um pouco culpado por não ser eu mesmo um deles", conta o ator.

Mas, ao mesmo tempo, ele critica abertamente o pensamento padrão, velho e estranho que colocou nos homens a ideia de vencer na força.

E, então, em dado momento da conversa, o repórter Rudiger Sturm insiste no tema. E daí surge a fala de Hardy:

Um certo grau de violência é uma expressão da masculinidade?

Você precisa aceitar sua própria masculinidade. Mas isso não tem nada a ver com ser macho. Também significa que você pode ser como uma mãe, você tem um papel de cuidar. É sobre consideração, paciência e habilidades cognitivas. E, se você consegue cuidar disso, então, quando morrer, alguém vai se virar e dizer: "Ele era um bom homem".

E o que faz um "bom homem" como um profissional? Tom Hardy responde:

"Você diz para você mesmo: 'Eu vou ajudar esse cara das maneiras que eu posso. Eu vou tentar e fazer o trabalho dele mais fácil'. Mas aí precisa haver reciprocidade. Você ajuda o cara e ele ajuda você".

Resumindo. Hardy espera que os homens sejam masculinos, não machos.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: