NOTÍCIAS

'Sou filha de pai negro', justifica youtuber Renata Meins após episódio de 'blackface' nas redes

14/01/2016 13:52 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

‘Neguinha do Paraguay’ (sic). Essa foi a legenda de uma foto postada pela youtuber Renata Meins, conhecida nas redes sociais pelas suas postagens sobre o ‘universo feminino’ como a mesma define, na madrugada desta quinta-feira (13). As acusações de racismo por conta do ‘blackface’ feito por ela foram imediatas.

Neguinha do Paraguay 😜

A photo posted by renatameins@gmail.com (@renatameins) on


A jovem se defendeu das acusações mais tarde, alegando que é “filha de pai negro, de família negra, logo sou negra”, o que a isentaria da possibilidade de ser racista em sua opinião.

“Sempre me caracterizo com vários tipos de personagem e NUNCA deu problema, foi fazer um negro agora e isso acontece? O negro busca tanto a igualdade e se ofende com uma caracterização? (sic)”, pontuou Renata.

NOTA DE ESCLARECIMENTO: Racismo segundo o dicionario: Reunião dos conceitos que determina a existência de uma hierarquia entre raças :Sistema doutrinário que estabelece a exaltação de uma raça, em detrimento das demais; sistema que afirma a superioridade de um grupo racial relativamente aos outros, (e isolamento destes) ou até visando o extermínio o racismo remete aos nazistas ( misericórdia) Preconceito efetivado, através da discriminação, Comportamento hostil dirigido a pessoas ou a grupos sociais. Forte neh? Peço desculpas a esse MOVIMENTO blackface que Nunca ouvi falar, Mas a luta Ao racismo ta acima de qualquer movimento criado pelo homem! de pintar a cara ou não, ele foi estabelecido por Deus ( AMAR AO PRÓXIMO COMO A TI MESMO) e isso eu sigo! o racismo é do mal e EU sou do bem! SOU FILHA DE PAI NEGRO, DE FAMILIA NEGRA, Logo: sou NEGRA! TENHO CABELO AFRO! As fotos estão Ai Pra confirmar! E Sou constantemente julgada! Ja até me acusaram de ter feito tratamento Pra ficar branca gente! Isso existe? De ter feito plastica no nariz,??? Quem me acompanha no canal sabe q eu sou totalmente CONTRA a alisamento químico, progressiva e afins...mas simplesmente por não fazer bem à saúde! Pq se vc tem o cabelo afro e gosta de usar chapinha, se isso te faz feliz,SEJA FELIZ, se vc ama seu crespo SEJA FELIZ! E viva a liberdade, somos lIVRES pra fazer da nossa imagem o que quisermos! Quem me acompanha no canal sabe que sou LEVE! Sempre me caracterizo com vários tipos de personagem e NUNCA deu problema, foi fazer um negro agora e isso acontece? O negro busca tanto a igualdade e se ofende com uma caracterização? #somostodosiguais viemos do pó e para o pó voltaremos! Vamos usar essa energia pra espalhar amor, ajudar ao próximo e julgar menos! Se eu te ofendi, eu peço desculpas não foi minha intenção, mas trato todas as raças da mesma forma e por isso mesmo postei a foto na inocência e naturalidade Então #maisamorpoamordeDeuscriadordosCeusedaterraedetodosossereshumanoseraçasamem

A photo posted by renatameins@gmail.com (@renatameins) on


Entretanto, o tom das críticas seguiu elevado. De acordo com a página SOS Racismo Brasil, nos comentários da youtuber várias pessoas pediram para ela deletar a imagem e se desculpar, porém ela preferiu manter a postagem polêmica.

“Um dos maiores problemas que temos observado aqui no SOS Racismo Brasil é que as pessoas flagradas em atos racistas triviais, recusam serem reeducadas contra o racismo de seus atos, e ao fazerem suas defesas, potencializam o racismo através de um discurso mais racista ainda do que o ato racista inicial. Vivemos uma aberração mental no Brasil, em que o racismo é legitimado por amigos, fãs e colegas, corroborando as velhas frases, ‘MAS É MINHA AMIGA, NÃO PODE SER RACISTA’, ‘TENHO UM TRITARAVÔ NEGRO, NÃO POSSO SER RACISTA’ (sic)”, diz a página.

"MAS É MINHA AMIGA, NÃO PODE SER RACISTA", "TENHO UM TRITARAVÔ NEGRO, NÃO POSSO SER RACISTA"Recebemos a seguinte queixa...

Publicado por SOS Racismo Brasil em Quinta, 14 de janeiro de 2016


O caso da youtuber lembra em muito a polêmica em torno do personagem Africano, interpretado pelo humorista Eduardo Sterblitch no programa Pânico na Band. O personagem foi retratado como alguém que ‘recebe entidades’, que não se comunica de forma civilizada, e era tratado como um ser primitivo. A alta rejeição fez Sterblitch se desculpar e até se afastar do programa, alegando ter ficado deprimido com a polêmica.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:


LEIA TAMBÉM

- 'Na estação do Brás abrem a porta da senzala, sou o contraste do vagão'

- Racismo pode virar agravante para crimes cometidos no Brasil

- Neonazismo ganha fôlego no Brasil com relançamento de 'Mein Kampf', diz pesquisadora

- Estudante é indiciada após chamar funcionária de 'macaca' na UEMG

- ASSISTA: Após comentários racistas, Caio, o namorado de Jout Jout, resolveu falar