ENTRETENIMENTO
14/01/2016 11:25 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Palco da trilogia de David Bowie, Berlim faz homenagem e 'rebatiza' rua onde cantor viveu

Fãs do cantor britânico David Bowie, morto no domingo (10) aos 69 anos, resolveram prestar uma homenagem postura ao artista em Berlim (Alemanha). Na noite desta quarta-feira (13), a Hauptstrasse, no bairro de Schöneberg, virou David-Bowie-Strasse por uma noite. A iniciativa foi de uma rádio da capital alemã.

Pünktlich zu unserer Sondersendung "Ashes to Ashes" haben wir die Schöneberger Hauptstraße in "David-Bowie-Straße"...

Publicado por radioeins em Quarta, 13 de janeiro de 2016


Há uma petição online pedindo às autoridades alemãs que Bowie dê nome oficialmente a uma rua em Berlim. A escolha pela Hauptstrasse para a homenagem não foi por acaso: foi lá que o cantor viveu durante a chamada ‘Era Berlim’ da sua carreira, entre 1976 e 1978, que artisticamente foi bastante prolífica.

Viver em Berlim permitiu a Bowie se refazer artisticamente, após um período conturbado vivendo em Los Angeles (EUA), conforme relembrou nesta semana o semanário inglês The Guardian. Na passagem pela capital alemã, Bowie produziu três trabalhos singularesLow (1977), Heroes (1977) e Lodger (1979).

“Culturalmente, David Bowie fez muito por essa cidade”, escreveu um berlinense na página da petição que quer uma rua com o nome do cantor. As chances disso acontecer são boas, segundo o jornal Berliner Morgenpost: das 1,6 mil petições apresentadas em 2014 às autoridades da cidade, um quarto foi acolhido integralmente ou parcialmente.

No Parlamento alemão, o partido União Democrática Alemã (CDU), da primeira-ministra Angela Merkel, lidera uma iniciativa para que uma placa em memória de Bowie seja colocada no apartamento onde o cantor viveu na cidade. “Muitos fãs já seguem os passos de Bowie em Berlim, e agora mais pessoas o farão. É uma forma deles criarem um ponto de encontro”, informou a legenda.

Cremado sem cerimônia

Segundo o tabloide inglês Daily Mirror, o corpo de David Bowie foi cremado em Nova York (EUA) logo após a sua morte, sem a presença de parentes ou amigos. A publicação afirma que esse seria o ‘desejo do artista’ e nos Estados Unidos o processo é mais rápido e barato, com as cinzas sendo repassadas aos familiares pouco tempo depois do procedimento.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:


LEIA TAMBÉM

- As 6 razões que tornaram David Bowie um artista único

- ASSISTA: Madonna homenageia David Bowie cantando clássico 'Rebel Rebel'

- Estas fotos mostram por que David Bowie é e sempre será um ícone fashion

- Não, David Bowie não tinha os olhos de cores diferentes