COMPORTAMENTO

Snoop Dogg, Willie Nelson e mais um montão de gente famosa. A onda é criar marcas para maconha nos EUA

08/01/2016 19:20 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02

maconha marcas

Da repressão ao tráfico ao mundo estelar das marcas e da produção em grande escala. É exatamente o que começa a acontecer, cada vez com mais força nos Estados Unidos.

Com a entrada de Nova York no mapa da legalização da chamada maconha medicinal, são 24 estados e a capital, Washington, deixando para trás, em parte, os tempos de ilegalidade.

Em reportagem para a agência AP, a repórter Kristen Wyatt faz um apanhado do que tem rolado por lá.

Endossos de celebridades são apenas a última tentativa de adicionar chancela para linhas de maconha. Snoop Dogg suas oito “Dank From the Doggfather Himself”. Willie Nelson diz que sua maconha é "nascida das memórias dos músicos que visitaram o ônibus de Willie depois de um show".

weed medicinal

É isso. A publicidade está jogando alto, muito alto na legalização da droga. Camisetas, sedas e todos os tipos de produtos para explorar um mercado. E a qualidade? É garantida? Segue a reportagem da AP:

Os consumidores não têm nenhuma maneira de saber que uma marca de maconha de uma celebridade é diferente do que eles poderiam comprar num saquinho plástico a partir de um traficante de drogas das esquinas.

Mas há barreiras ainda. O governo federal americano ainda não levantou o bloqueio da maconha. Portando, os limites estaduais e os limites legais são um entrave. A indústria poderosa da maconha, claro, tenta mudar o jogo.

snoop dogg

Snoop Dogg promove uma espécie de degustação da sua linha, a Leafs by Snoop

No Colorado, por exemplo, existem cerca de 700 nomes comerciais e 200 marcas comerciais registradas que incluem a palavra "maconha" ou um sinônimo. Uma abertura federal ao mercado da maconha deixaria os empresários do estado prontinhos para abocanhar os estados que demoraram mais a entrar na onda.

A indústria vai muito bem. Resta saber se a cultura das marcas não vai engolir leis, usuários e tornar a maconha apenas mais uma forma de criar milionários.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: