NOTÍCIAS

Eles tiveram a vida destruída pelo Boko Haram, mas encontraram o amor em um campo de deslocados

07/01/2016 15:35 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
Reprodução/BBC

Modu Bulama chegou a um campo de deslocados em Dalori, na Nigéria, após sua mulher e seus dois filhos serem mortos pelo Boko Haram, grupo insurgente que tenta estabelecer um estado islâmico no nordeste do país.

O campo de Dalori abriga 18 mil pessoas - uma pequena parte dos mais de 2 milhões de nigerianos que deixaram suas casas fugindo da violência do Boko Haram - e é um dos principais na Nigéria.

A história do casal foi revelada pelo correspondente da BBC África, Jimeh Saleh. A mulher de Modu Bulama também perdeu o marido no conflito. Os dois se conheceram durante a distribuição de suprimentos para os residentes do campo.

"Eu a conheci há uma semana, aqui no campo. Nós ouvimos a história um do outro, e então eu disse que a amava e que queria casar com ela", contou ele à emissora britânica.

Em sua visita, Saleh também ouviu outras histórias dramáticas, como a de uma mulher que não sabe onde estão seu marido e seus oito filhos. Alguns foram levados pelo Boko Haram enquanto estavam na escola, e outros foram arrancados de casa.

"Eu choro toda vez que me lembro deles", contou ela, que trabalha como cozinheira no campo.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: