NOTÍCIAS

Renato Augusto dá adeus ao Corinthians: 'Tem horas em que não se pode dizer não'. Será mesmo?

06/01/2016 20:18 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
Brazil Photo Press/CON via Getty Images
SAO PAULO, BRAZIL - JULY 23: Renato Augusto of Corinthians greets during a training session of Corinthians at Joaquim Grava Training Camp on July 23, 2013 in Sao Paulo, Brazil. The team is preparing to face Sao Paulo as part of the Brazilian Championship. (Photo by Alan Morici/BrazilPhotoPress/LatinContent/Getty Images)

O meia Renato Augusto se despediu nesta quarta-feira do Corinthians.

O jogador de 27 anos se reapresentou no CT Joaquim Grava para anunciar a saída do time rumo ao Beijin Guoan, da China, clube com o qual assinou contrato por três temporadas, por um salário estimado em R$ 2 milhões por mês. O jogador lamentou ter de deixar a equipe e explicou que a proposta era irrecusável.

"Peço desculpas ao torcedor por encerrar um trabalho que tem sido legal. Mas tem horas em que não se pode dizer não", disse o jogador. Renato Augusto concedeu a última entrevista já sem a camisa do clube. O meia apareceu na sala de entrevistas lotada de jornalistas e falou em frente a um painel com uma imagem sua de comemoração de gol. Ao todo foram três temporadas no Corinthians, a melhor delas em 2015.

Renato se destacou na campanha do título brasileiro e chegou a ser convocado para a seleção brasileira. Pelo time de Dunga, chegou a marcar gol contra o Peru, pelas Eliminatórias da Copa, e, apesar de ter conquistado esse espaço, o meia ponderou que sabe que pode ficar para trás na concorrência da equipe por se transferir a um futebol menos competitivo. "É um risco que pesei antes de aceitar. Vou procurar treinar mais do que os outros para estar no mesmo nível dos demais."

A reapresentação da equipe teve a presença de Alexandre Pato e foi marcada também por outra possível saída. Depois de Jadson oficializar a ida para o Tianjin Quanjian e de Renato Augusto também confirmar a saída para a China, o volante Ralf pode ir também para o Beijing Guoan. Um diretor do clube chinês anunciou o acerto em entrevista a um site do país.

Renato se mostrou feliz com a possibilidade de contar com um companheiro do Corinthians no futebol chinês e explicou que nem mesmo a proposta que recebeu do Schalke 04, da Alemanha, era comparável à oferecida pelo clube asiático.

"A proposta que tive não receberia de clubes de Europa. Foi uma situação única na carreira. Nunca imaginei receber uma proposta assim e estou sofrendo tanto quanto o torcedor", comentou.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: