NOTÍCIAS

Arquivo pessoal de Gabriel Garcia Márquez vai ser disponibilizado ao público

06/01/2016 10:47 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
YURI CORTEZ via Getty Images
Nobel Literature prize-winning writer and journalist, Colombian Gabriel Garcia Marquez, sings the traditional birthday song with journalists while coming out from his house to meet the press during his 87th birthday, in Mexico City, on March 6, 2014. AFP PHOTO / Yuri CORTEZ (Photo credit should read YURI CORTEZ/AFP/Getty Images)

A Universidade do Texas, em Austin, vai começar em junho a digitalizar o arquivo pessoal completo do escritor colombiano e Prêmio Nobel da Literatura, Gabriel Garcia Márquez, para o tornar público, informou a instituição nesta terça-feira (5).

O projeto de digitalização, um projeto que vai levar 18 meses, chama-se “Compartilhar Gabo [diminutivo do nome do autor] com o mundo” e foi viabilizado por um donativo da organização sem fins lucrativos Conselho em Recursos Livreiros e de Informação, sediada em Washington.

Pretende-se assim que, no final de 2018, o legado de García Márquez esteja acessível a todos. São 24 mil páginas em documentos (manuscritos, fotografias, roteiros, cadernos e cartas) que se encontram guardadas em 78 caixotes no Centro Harry Ransom, em Austin.

O diretor do centro, Stephen Enniss, qualificou o projeto de “relevante”, ao observar que existem “poucas oportunidades para os pesquisadores de acessarem arquivos digitalizados de autores contemporâneos”.

A Universidade do Texas adquiriu este arquivo, por 2 milhões de euros, da família do escritor, em novembro de 2014, sete meses depois do falecimento de Garcia Márquez na Cidade do México.

Em outubro de 2015 o material foi disponibilizado para pesquisadores, enquanto uma pequena seleção foi colocada à disposição do grande público, por meio da página do Centro Harry Ransom na internet.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: