NOTÍCIAS

Europa sem fronteiras? Dinamarca e Suécia impõem novos controles

04/01/2016 15:02 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
NILS MEILVANG via Getty Images
Security checks travellers IDs on January 4, 2016 at the train station in Kastrup (Denmark), the last stop before Sweden. For the first time in half a century, Sweden was demanding photo identification for all travellers from Denmark in a drastic move to stem an unprecedented influx of refugees. / AFP / Scanpix Denmark AND Scanpix / Nils Meilvang / Denmark OUT (Photo credit should read NILS MEILVANG/AFP/Getty Images)

A Dinamarca impôs controles de identidade temporários na fronteira com a Alemanha nesta segunda-feira (4), seguindo uma medida semelhante adotada pela Suécia e aplicando um novo golpe ao desgastado espaço europeu sem passaportes de Schengen em meio a um fluxo recorde de imigrantes.

A Suécia começou a verificar os documentos de viajantes provenientes da Dinamarca nesta segunda pela primeira vez em meio século, causando atrasos de até 50 minutos para trens e ônibus que atravessam a ponte Oresund. No entanto, veículos particulares estavam isentos das verificações.

O primeiro-ministro da Dinamarca, Lars Lokke Rasmussen, disse que a decisão da Suécia não deu a seu país outra opção a não ser impor os seus próprios controles nas fronteiras, e apelou à União Europeia para tomar "decisões coletivas" para melhor proteger seus limites externos contra a avalanche de imigrantes.

"As verificações de identidade suecas podem aumentar o risco de um grande número de imigrantes ilegais se acumular em Copenhague e no entorno", disse Rasmussen em entrevista coletiva em Copenhague, justificando os novos controles na fronteira alemã.

No ano passado, cerca de 163 mil refugiados pediram asilo na Suécia, o maior número entre qualquer país da União Europeia em relação à sua população. Mas, com as chegadas correndo em torno de 10 mil por semana em novembro, principalmente viajando através da Dinamarca, o governo sueco disse que é hora de apertar os controles nas fronteiras e as regras de asilo.

Milhares de passageiros usam diariamente a ponte de Oresund para viajar de carro, trem e ônibus entre a capital dinamarquesa, Copenhague, e a cidade sueca de Malmo.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: