NOTÍCIAS
22/12/2015 10:52 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Em mensagem de fim de ano, FHC pede mudança no modo de fazer política no Brasil (VÍDEO)

Sinais de Esperança - Mensagem de fim de ano de FHC

Mensagem de fim de ano de FHC: "Temos que ter a coragem de mudar o modo de como se faz política no Brasil. Vamos acreditar que somos um País que pode ir adiante, pois nosso maior recurso somos nós mesmos, o povo brasileiro."

Posted by Fernando Henrique Cardoso on Segunda, 21 de dezembro de 2015

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) diz que seus votos para 2016 são que "tenhamos a coragem de fazer o que é necessário na política, mudar para valer". Em mensagem de final de ano publicada em sua página no Facebook, o político disse que fim de ano é época de "reflexão e também de expressar desejos".

Apesar de defender uma mudança na política, o ex-presidente evitou citar personagens. "Eu não quero personalizar, se é para tirar A para botar B. É mais do que isso. É mudar o modo como se faz política no Brasil", afirmou no vídeo. Ele pediu uma política "com mais decência" e o fim da "corrupção organizada".

Segundo o tucano, é preciso reconstruir a vida política do País. "Está muito difícil acreditar no sistema partidário e eleitoral como está posto hoje. As pessoas querem ter maior proximidade e maior controle da vida política. É possível criar condições melhores para o Brasil", afirmou. Para o ex-presidente, não é possível resolver as questões da economia sem resolver os problemas da política.

Na mensagem, ele também faz um balanço relativamente positivo de 2015. "Apesar de todas as dificuldades que foram muitas e são, chegamos ao final deste ano com a democracia funcionando", afirma. "A Justiça ativa, tomando posições. A mídia muito aberta, dando informações. A sociedade disposta a ouvir, se mobiliza às vezes mais, às vezes menos. Mas são sinais de que temos energia para reconstruir o Brasil".

Para ele, parte da solução está em "enfrentar nossos problemas com tranquilidade falando com as pessoas". "Acreditar que nós somos um País que tem recursos e que pode ir adiante. E o nosso maior recurso somos nós mesmos, o povo brasileiro."

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:


LEIA TAMBÉM

- FHC: 'Se houve algo no meu governo foi conduta imprópria, não corrupção organizada'

- FHC revela que enfrentou resistência do TCU quando presidente: 'Eram muito petistas'

- FHC: 'Não vejo Dilma envolvida em corrupção'

- ASSISTA: Líder do PSDB no Senado diz que FHC também fez 'pedaladas fiscais'