ENTRETENIMENTO
21/12/2015 17:35 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Aquela teoria de fãs sobre o sótão de ‘Três é Demais' é finalmente derrubada

Divulgação

Onde quer que você olhe, onde quer que você vá, uma nova teoria de fãs está se tornando viral.

Em meados deste ano, uma teoria dos fãs da série de TV norte-americana Três é Demais, vista por milhões, sacudiu os pilares do programa, chacoalhando ainda mais a fundação da casa, talvez, mais do que qualquer terremoto inevitável de San Francisco sacudiria.

A alegação: Jesse e Becky não poderiam ter vivido no sótão de telhado pontiagudo com os filhos... porque tal sótão sequer existia. A prova do telhado: observando a parte frontal da casa, parece que o telhado é plano, sem uma saída para o sótão.

full house

Poderia essa Full House (nome original da série em inglês, que significa casa cheia) talvez não ser tão cheia como os espectadores foram levados a acreditar?

A música de abertura diz: “Whatever happened to predictability? / The milkman, the paperboy, evening TV?" (O que aconteceu com a previsibilidade?/ O leiteiro, o jornaleiro, TV à noite?).

A pergunta real deveria ser: “O que aconteceu com o sótão?”. “Pelo aspecto, eu diria que poderia haver um sótão”, respondeu a atriz Lori Loughlin (que interpretava Becky na série), sorrindo, quando o The Huffington Post perguntou sobre a teoria dos fãs de Três é Demais.

E, então, ela continuou rindo, começando as frases e depois parando para rir um pouco mais sobre o lado ridículo dos fãs do sótão. Finalmente, conseguiu dizer estas palavras, entre risadas: “Eu diria!... Eu diria!... que se você for levar ‘Full House’ tão a sério, não deveria estar assistindo”. Daí Loughlin riu um pouco mais.

Veja, esses chamados “fãs” deveriam ter obtido uma visão completa da casa antes de buscar apressadamente suas filosofias amadoras sobre um lar não tão cheio. A verdadeira natureza da casa não é o que a visão da frente levaria você a acreditar.

Com uma visão panorâmica, você pode ver que o “telhado plano” é só uma fachada de fato, escondendo a identidade real da série o tempo todo. Esse mistério nunca deveria ter ganhado tais proporções.

Todas as casas na foto têm claramente telhados pontiagudos com espaços para sótãos.

casa

O endereço1709 Broderick Street, usado pela série “Três é Demais”, é da quarta casa a partir da direita.

Talvez, o espaço pontiagudo esteja longe do apartamento que Jesse construiu no programa. Mas, já que Loughlin estava certa sobre dar uma segunda olhada para localizar o sótão, você deve prestar atenção em suas palavras novamente e não levar o programa tão a sério.

sotão

A conversa com Loughlin teve origem em uma entrevista sobre sua série no canal Hallmark, When Calls the Heart, que acabou de ser lançada em DVD.

“Fui chamada a atenção em diversas ocasiões de que o título está gramaticalmente incorreto [em inglês, o correto seria When the Heart Calls, ou Quando o Coração Chama]”, Loughlin brincou.

Ela interpreta Abigail Stanton, uma viúva de um mineiro de carvão, na produção de época inspirada no romance de Janette Oak, que tem o mesmo nome da série.

A série When Calls the Heart é filmada “em uma cidade real do Oeste”, nos arredores de Vancouver, Canadá.

“É tão lindo”, disse, ao mesmo tempo lamentando um pouco o frio, já que os prédios “não são apropriadamente aquecidos e insulados” para preservar a autenticidade. Se essas casas de Vancouver pudessem ser combinadas em uma full house, então talvez os personagens poderiam usar o calor dos corpos juntinhos e do amor da família para enfrentar o frio do inverno.

E, finalizando com ainda mais amor, Loughlin — que também estrela em um novo filme de Natal do canal Hallmark, Northpole: Open for Christmas (Polo Norte: Aberto para o Natal) — contou uma história sobre como ela teve de ajudar Candace Cameron Bure (D.J. na série) com seu primeiro beijo, que aconteceu em Três é Demais.

“Ah, foi tão fofo, ela nunca havia beijado ninguém antes”, disse Loughlin. Então, aproximou-se de mim e me chamou num canto: “Cara, não sei o que fazer. Devo deixar meus olhos abertos ou fechados?”. E eu disse: “Provavelmente deve fechar os olhos, vai ficar melhor”. Loughlin riu de novo, de forma nostálgica desta vez, e lembrou: “Foi fofo, muito fofo”.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: