NOTÍCIAS
17/12/2015 14:58 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Índice de Desenvolvimento Humano: O que faz da Noruega o melhor lugar para se viver no mundo?

Gabirulo/Flickr

Pelo 12º ano consecutivo, só deu ela: a Noruega foi eleita pela ONU, novamente, como o melhor país do mundo para se viver.

Segundo Jens Wandel, diretor do departamento administrativo do Programa de Desenvolvimento da ONU, o sucesso do país consiste em combinar o crescimento de renda com um elevado nível de igualdade.

"Ao longo do tempo, a Noruega conseguiu aumentar sua renda e, ao mesmo tempo, garantir que os rendimentos sejam distribuídos de modo uniforme", contou ele ao The Local

"A Noruega também tem conseguido investir na educação e na saúde. Além disso, o país tem um elevado nível de igualdade entre homens e mulheres, e estas coisas geralmente andam de mãos dadas com um alto nível de desenvolvimento humano."

Depois da Noruega, estão a Austrália e a Suíça no ranking de qualidade de vida, que leva em conta expectativa de vida, educação e rendimentos financeiros da população. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos países, são de 0.944, 0.935 e 0.930, respectivamente. O máximo possível é 1.

Segundo a CNN, a expectativa de vida dos noruegueses é de 81,6 anos, a renda per capita é de US$ 64.992 (R$ 254.108)

No outro extremo da lista estão o Níger (0.348), a República Centro Africana (0.350), a Eriteia (0.392) e o Chade (0.392). O ranking, publicado desde 1990, avaliou 188 países e territórios em sua última edição. O Brasil ocupa o 75º lugar na lista, com 0.755.

Pelo sétimo ano consecutivo, a Noruega também conquistou o título de "país mais próspero do mundo", segundo o The Independent.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: