NOTÍCIAS
01/12/2015 22:33 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:35 -02

PM usa bomba de efeito moral e spray de pimenta para acabar com bloqueio de avenida feito por estudantes

pm

A Polícia Militar usou bombas de efeito moral e spray de pimenta para acabar com o bloqueio montado pelos estudantes e manifestantes na avenida Nove de Julho, na região central de São Paulo.

O protesto, que chegou a ocupar as duas pistas da avenida por quase três horas, faz parte das ações dos estudantes contra a chamada reorganização da rede estadual de ensino que o governo Geraldo Alckmin (PSDB) tenta fazer valer no estado.

A manifestação começou por volta das 18h30 e os alunos usaram cadeiras para fechar as faixas. Ao menos quatro pessoas - entre elas jovens - foram detidas e encaminhadas ao 78° Distrito Policial.

Por volta das 21h, quando a polícia tentou liberar o trânsito na avenida, houve tumulto. Os policiais jogaram spray de pimenta e bombas de efeito moral contra os manifestantes. Os cerca de 250 manifestantes espalharam sacos de lixo e outros objetos pelo asfalto.

pm

Na segunda-feira, 30, os alunos bloquearam, pela manhã, o cruzamento entre as avenidas Faria Lima e Rebouças. À noite, eles bloquearam a marginal Tietê. Na terça, de manhã, o bloqueio foi na avenida João Dias, na zona sul.

Fechamento de escolas

Em setembro, o secretário estadual da Educação, Herman Voorwald, divulgou um plano de reforma educacional que separa os alunos por idades. Com a medida, 754 unidades passam a oferecer apenas os anos iniciais do ensino fundamental (1.º ao 5.º ano), finais (6.º ao 9.º) ou ensino médio. As mudanças vão ocasionar a transferência de mais de 300 mil alunos e 93 escolas serão fechadas.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: