NOTÍCIAS
25/11/2015 10:01 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:34 -02

'O nome de Deus é Misericórdia': Papa Francisco vai lançar primeiro livro em janeiro

ANDREAS SOLARO via Getty Images
Pope Francis smiles as he boards a plane to Africa on November 25, 2015 at Fiumicino Rome's international airport. Pope Francis kicks off a three-nation Africa tour, arriving in the Kenyan capital on Wednesday for a five-day visit that will also include Uganda and the Central African Republic. AFP PHOTO / ANDREAS SOLARO / AFP / ANDREAS SOLARO (Photo credit should read ANDREAS SOLARO/AFP/Getty Images)

O primeiro livro do papa Francisco, baseado em uma série de entrevistas com o vaticanista do jornal La Stampa Andrea Tornielli, será lançado em 12 de janeiro.

Segundo a editora italiana Piemme, o livro será intitulado "O nome de Deus é Misericórdia" e estará disponível em seis idiomas - italiano, português, inglês, francês, alemão e espanhol - e em 84 países.

Além do livro, um disco do pontífice, Wake Up!, com canções que mesclam melodias, orações e palavras do papa, vai ser lançado oficialmente nesta sexta-feira (27). As músicas já foram disponibilizadas pela plataforma de streaming Deezer, em uma parceria com o Vaticano.

Viagem

Nesta quarta-feira (25), o papa Francisco embarcou para a sua primeira viagem à África com o objetivo de visitar o Quênia, Uganda e a República Centro-Africana.

No entanto, este último país é afetado por uma guerra-civil desde 2013, o que pode anular ou reduzir o tempo da viagem do pontífice à região. A previsão é de que o papa retorne ao Vaticano na próxima segunda-feira (30).

As autoridades de segurança dos países africanos e também da Organização das Nações Unidas (ONU) estão se mobilizando para garantir a segurança do pontífice, que não quis abrir mão do papamóvel ou usar colete a prova de balas durante a viagem.

Os governos do Quênia e de Uganda anunciaram a mobilização de quase 10.000 policiais para fazer a segurança nas missas que serão realizadas ao ar livre. Já a ONU enviará 300 capacetes azuis baseados na Costa do Marfim para a República Centro-Afriana.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: