NOTÍCIAS

Anvisa dá sinal verde para venda de testes de HIV em farmácias

20/11/2015 20:56 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02
BigFive Images via Getty Images
Child's hands holding an HIV awareness ribbon, Cape Town, South Africa

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) acaba de dar sinal verde às farmacêuticas para o registro de kits de diagnóstico de HIV vendidos em farmácia.

A agência reguladora aprovou nesta sexta (20) a regulamentação para a comercialização dos kits com base em testes de saliva. Agora, o Brasil é o quarto país do mundo a permitir a venda de kits de diagnóstico de HIV em farmácia.

Ela determina que as caixinhas dos produtos informem sobre a possibilidade de erro no diagnóstico, que pode ser falso positivo (indicar a presença de HIV sem que o usuário seja portador do vírus), ou falso negativo.

Além disso, as fabricantes são obrigadas a manterem um serviço de atendimento ao cliente por telefone de forma ininterrupta, para orientar o usuário em caso de necessidade.

O chamado teste rápido leva cerca de 20 minutos para ficar pronto. Como o nível de anticorpos na saliva é mais baixo que no sangue, esse tipo de teste não detecta infecções imediatamente depois da exposição ao HIV. Por isso, cerca de 1 a cada 12 testes podem dar resultado falso negativo.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: