NOTÍCIAS
19/11/2015 16:35 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Mara Gabrilli peita Eduardo Cunha: 'O senhor está com medo?'

Os deputados de oposição ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) reagiram a manobra do peemdebista para protelar a reunião do Conselho de Ética. O colegiado analisa representação do PSol e da Rede contra Cunha por quebra de decoro.

Após Cunha anular a reunião do conselho e impedir que ela continuasse, a deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP) fez um aparte caloroso no plenário, no qual perguntou ao presidente se ele estava com medo.

Cunha ouviu tudo calado.

“Eu gosto do senhor e gostar do senhor me fez perceber que o senhor nos chama de imbecis muitas vezes, O senhor tem que dar exemplo, o senhor está perdendo a cada dia legitimidade de presidir esta Casa. Convido os deputados a sair da sessão. O senhor tem que revogar esse ato e valorizar nossa comissão de ética. O senhor está com medo? (…) Chega senhor presidente, o senhor não consegue mais presidir. Levanta dessa cadeira."

Após a fala da deputada, os deputados saíram em peso do plenário entoando gritos como “fora Cunha”e “ô Cunha, seu ditador, sua hora já chegou”.

Manobra

Marcada para a manhã desta quinta-feira (19), a reunião para apresentar o relatório de Fausto Pinato (PRB-SP) sobre a representação por quebra de decoro contra Cunha foi suspensa. Embora petistas e aliados do peemdebista tenham se faltado a sessão, houve quórum suficiente para que ela se iniciasse.

Uma manobra do presidente da Casa, porém, fez com que a reunião fosse cancelada. Cunha abriu uma sessão deliberativa no plenário, que automaticamente impede o funcionamento das demais comissões da Casa.

Os deputados protestaram no plenário e a reunião do conselho foi iniciada novamente. Para evitar atentar contra o regimento da Casa, o presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PSD-BA), abriu uma sessão de debates e o parecer de Pinato ficou para ser votado na próxima semana.

Cunha negou que tenha feito qualquer manobra.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: