NOTÍCIAS
19/11/2015 10:05 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Desemprego no Brasil chega a 7,9% e atinge maior patamar para outubro desde 2007, diz IBGE

Estadão Conteúdo

A taxa de desocupação registrou uma nova alta e bateu 7,9% em outubro, ante os 7,6% em setembro. Foi o que revelou a Pesquisa Mensal do Emprego divulgada nesta quinta-feira (19) pelo IBGE.

A taxa é a maior para o mês desde 2007, quando ficou em 8,7%. O número de desocupados também é o mais alto do ano.

Em números absolutos, mais de 1,9 milhão de pessoas estavam desempregadas outubro. Em relação ao mesmo mês de 2014, a taxa subiu 67,5%, o que significa que neste intervalo, houve uma adição de 771 mil pessoas em busca de emprego. Segundo o IBGE, esta variação anual é a maior já registrada na Pesquisa Mensal do Emprego, iniciada em 2002.

Já a população ocupada somou 22,5 milhões, um recuo de 1% em relação a setembro e queda de 3,5% frente a outubro do ano passado. Por outro lado, a população não economicamente ativa (brasileiros aptos para trabalhar) somou 19,6 milhões, uma alta de 1,4% ante setembro (272 mil pessoas) e 2,9% diante de outubro de 2014 (561 mil pessoas).

O rendimento médio real habitual dos trabalhadores (R$ 2.182,10) caiu em ambas as comparações: -0,6% frente a setembro e -7,0% em relação a outubro de 2014.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: