NOTÍCIAS
18/11/2015 09:20 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:32 -02

Terror em Paris: Operação policial busca mentor dos ataques à capital francesa

Anadolu Agency via Getty Images
PARIS, FRANCE - NOVEMBER 18 : French security guards take up positions after an operation in Saint Denis, a northern suburb of Paris on November 18, 2015. According to officials a suicide bomber died when she detonated her device, one terrorist has been killed and three arrests have been made. (Photo by Mustafa Yalcin/Anadolu Agency/Getty Images)

Uma operação policial em Paris terminou com duas pessoas mortas e sete presas nesta quarta-feira (18).

De acordo com a imprensa internacional, a ação visava prender jihadistas envolvidos nos ataques que atingiram a capital francesa na última sexta-feira (13).

Policiais cercaram um apartamento em St. Denis, subúrbio da cidade de Paris, onde acreditavam ser o esconderijo do belga Abdelhamid Abaaoud, suspeito de ser o mentor da série de ataques coordenados. O Stade de France, palco de uma série de explosões na sexta-feira, fica nesse distrito.

Uma mulher se explodiu na casa durante a operação, disse o escritório do procurador de Paris.

Soldados fortemente armados ocuparam as ruas do local, escolas e lojas foram fechadas e os moradores de St. Denis foram orientados a não saírem de casa. Testemunhas contam que a operação começou por volta das 4h30 da manhã (1h30 no horário de Brasília).

Voos desviados

Dois voos da Air France para Paris que partiram dos Estados Unidos tiveram de ser desviados na noite de terça (17) por causa de ameaças anônimas de bomba feitas após as decolagens. Ambos os aviões pousaram em segurança na América do Norte.

O voo 65 da Air France, que partiu de Los Angeles para o aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, foi desviado para Salt Lake City, no Estado americano de Utah, segundo a companhia.

Quase simultaneamente, o voo 55 da empresa, que decolou do aeroporto Dulles, em Washington, pousou em Halifax, na costa leste do Canadá.

Os passageiros desembarcaram em segurança, enquanto autoridades dos Estados Unidos e do Canadá se preparavam para fazer buscas nas aeronaves.

O FBI assumiu a investigação do avião em Salt Lake City. Em Halifax, o trabalho está a cargo da Polícia Montada do Canadá.

(Com informações das agências de notícias)

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: