NOTÍCIAS
14/11/2015 07:51 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:31 -02

Terror em Paris: Jornais do mundo todo repercutem atentados na capital francesa

Reprodução/Twitter

Neste sábado (14), os principais veículos de imprensa internacionais dedicaram suas capas ao atentados que mataram mais de cem pessoas em Paris.

Pelo menos 99 feridos estão em estado grave, segundo a prefeitura da capital francesa. O último balanço oficial confirma 128 mortos e diz que pelo menos oito terroristas foram "neutralizados". Ainda não se sabe exatamente o número de autores envolvidos nos atentados.

De acordo com analistas ouvidos pela GloboNews, os ataques foram os mais violentos desde a Segunda Guerra Mundial no país.

Nenhum grupo assumiu oficialmente a autoria dos atentados. Foram registrados sete ataques na cidade, inclusive do lado de fora do estádio nacional onde Hollande e o ministro das Relações Exteriores alemão assistiam a um amistoso de futebol.

A maioria das vítimas, no entanto, estava o Bataclan, uma sala de shows populares, onde o grupo de rock californiano Eagles of Death Metal se apresentava. O local fica a apenas algumas centenas de metros da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo, que foi alvo de um ataque mortal de islâmicos armados em janeiro.

"O horror retorna ao coração de Paris", afirmou o britânico Guardian, enquanto o The Daily Telegraph descreveu o cenário como "um cerco de sangue". Muitos outros veículos usaram o termo carnificina para se referir aos atentados.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: