NOTÍCIAS
11/11/2015 11:55 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Eslovênia diz que não tem recursos para abrigar mais imigrantes prepara construção de cerca para controle de refugiados

REUTERS/Antonio Bronic

Caminhões carregando arames farpados chegaram nesta quarta-feira (11) ao vilarejo de Veliki Obrez, na Eslovênia, perto da fronteira com a Croácia, um dia após o governo informar que iria iniciar a construção de barreiras para controlar o fluxo de refugiados.

Um grande número de soldados e policiais estava no local, alguns ao lado de equipamentos de construção, de acordo com um fotógrafo da Reuters no local.

A Eslovênia é o menor país na rota de refugiados e imigrantes que seguem para o norte europeu a caminho principalmente da Alemanha.

Cerca de 180 mil pessoas, muitas fugindo da guerra na Síria e Afeganistão, entraram no país desde o meio de outubro, quando a Hungria fechou sua fronteira com a Croácia e alterou a rota para o país vizinho.

O premiê Miro Cerar disse na terça-feira (10) que a fronteira iria continuar aberta, mas a cerca iria ajudar a controlar o fluxo de pessoas.

Ele disse que o país não possui recursos para abrigar grandes números de imigrantes durante o intenso inverno caso a Áustria fechasse sua fronteira, criando um gargalo.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: