NOTÍCIAS

UE alerta sobre 'catástrofe' de refugiados com a chegada do inverno na Europa

10/11/2015 10:37 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
AP Photo

A União Europeia (UE) fez um alerta sobre uma iminente "catástrofe" humanitária, à medida que milhares de refugiados tentarem chegar em território europeu através dos Balcãs no momento em que o rigoroso inverno no Hemisfério Norte se aproxima.

Mais de 770 mil pessoas chegaram na União Europa pelo mar até agora este ano, surpreendendo as autoridades fronteiriças e lotando os abrigos. Muitos fizeram uma jornada longa à pé através dos Balcãs, com objetivo de chegar na Alemanha e Suécia.

Os 28 Estados-membros da UE se comprometeram a fornecer fundos e experts para ajudar a lidar com a situação de emergência, além de distribuir os refugiados entre os países. Entretanto, os recursos estão surgindo lentamente.

"A União Europeia deve fazer tudo o que for possível para evitar uma catástrofe, à medida que o inverno se aproxima", declarou o ministro de Relações Exteriores de Luxemburgo, Jean Asselborn. "Não podemos deixar que as pessoas morram de frio nos Balcãs".

Para ajudar a lidar com o influxo, a agência fronteiriça da UE, a Frontex, convocou 775 oficiais extra, mas os Estados-membros ofereceram até agora apenas metade desse total.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: