MULHERES

Mulheres vão às ruas de Madri contra violência machista

07/11/2015 13:17 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

A primeira grande mobilização nacional contra a violência sexista, convocada por mais de 400 coletivos feministas, levou às ruas de Madri, capital da Espanha, milhares de pessoas neste sábado (7). São mulheres de todos os principais partidos políticos, sindicatos, e inúmeros grupos sociais dizendo ao mundo: "Denuncie o abuso" e "Chega de mortes por sermos mulheres".

Elas exigem que a luta contra o "terrorismo machista" seja uma questão de Estado. "Enquanto isso não acontece num ambiente próximo, as pessoas não se mobilizam. Eles acham que é uma coisa que nunca vai acontecer com elas ", diz um trecho do manifesto divulgado pelos movimentos feministas.

"Ao todo, 1.292 mulheres foram vítimas de feminicídio na Espanha desde 1995. Só no verão de 2015, 37 mulheres foram mortas pelas mãos de seus parceiros, pais ou parceiros de suas mães. Mulheres e crianças sofrem violência patriarcal de várias maneiras e isso é apenas a ponta do iceberg", diz o texto.

Veja abaixo algumas das imagens do protesto compartilhadas nas redes sociais:




Hoxe enchemos as rúas de Madrid por unha vida digna, en igualdade e libre de violencia machista. Iguais Podemos! #7NFeminista

Posted by Círculo Podemos Santiago de Compostela on Sábado, 7 de novembro de 2015






SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: