NOTÍCIAS

Governo vai reconhecer estado de emergência em Mariana. FGTS poderá ser sacado

06/11/2015 19:41 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Alex de Jesus / Estadão Conteúdo

O governo federal vai reconhecer estado de emergência da cidade de Mariana, em Minas Gerais, após o rompimento de duas barragens de rejeitos da mineradora Samarco nesta quinta-feira. Antes, porém, Minas precisa decretar, em nível estadual, o estado de emergência no município afetado pela catástrofe.

A medida do governo federal possibilitará que a população atingida possa sacar até R$ 6,2 mil do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para as despesas imediatas.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, até as 18h desta sexta, o Corpo de Bombeiros havia confirmado uma morte. Pelo menos 270 pessoas ficaram desabrigadas. O MPE investiga se uma obra na barragem teve alguma influência na ruptura.

O governo de Minas Gerais e o governo federal afirmam trabalhar com o Ministério da Integração Nacional e o Exército trabalham em parceria com Defesa Civil para realizar o apoio emergencial.

Mais cedo nesta sexta-fera, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, e o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Adriano Pereira, fizeram um sobrevoo, na manhã desta sexta-feira pela região mais cedo.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: