MUNDO
04/11/2015 21:43 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Suprema Corte do México aprova uso de maconha e abre caminho para legalização

Eduardo Verdugo/AP Photo

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A Suprema Corte do México apoiou nesta quarta-feira (4) o direito de quatro indivíduos de usar maconha em uma decisão que pode se revelar um grande passo para a legalização da droga num país com uma história sangrenta do conflito com os cartéis do narcotráfico.

Ao se pronunciar sobre um caso trazido primeiramente em 2013 por um grupo de defesa que teve negada por reguladores a permissão para cultivar a planta para uso recreativo, o tribunal estabeleceu um precedente e, por 4 x 1, decidiu que proibir as pessoas de consumir a droga é inconstitucional.

A produção e a comercialização da droga são ilegais no México. Ainda assim, em 2009, o país tornou legal o transporte de até 5 gramas de maconha, 500 miligramas de cocaína e pequenas quantidades de heroína e metanfetamina.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: