MULHERES

10 filmes dirigidos por mulheres em cartaz na Mostra Internacional de Cinema

26/10/2015 11:33 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começou na última quinta-feira (22) e vai até dia 4 de novembro, exibindo um apanhado da produção cinematográfica mundial. Dos 312 títulos selecionados, apenas 58 foram dirigidos por mulheres, de acordo com o site Mulher no Cinema.

Para valorizar o trabalho das cineastas, selecionamos 10 filmes dirigidos por mulheres e em cartaz na Mostra. Se você vive ou está em São Paulo, que tal assistir a um deles?

Califórnia (2015) - dirigido por Marina Person

O ano é 1984. Estela vive a conturbada passagem pela adolescência. O sexo, os amores, as amizades: tudo parece muito complicado. Seu tio Carlos é seu maior herói, e a viagem à Califórnia para visitá-lo, seu grande sonho. Mas tudo desaba quando ele volta magro, fraco e doente. Entre crises e descobertas, Estela irá encarar uma realidade que mudará, definitivamente, sua forma de ver o mundo.

Jonas (2015) - dirigido por Lô Politi

Jonas tem 20 anos de idade e uma paixão de infância por Branca, filha da patroa de sua mãe. Na véspera do Carnaval, um acidente faz com que ele a sequestre e a esconda no interior da baleia, um carro alegórico da escola de samba do bairro. Nesse cativeiro inusitado, os dois vivem uma história de amor impossível, enquanto o cerco vai se fechando e ele se vê obrigado a negociar o sequestro, ajudado, a contragosto, por Jander, seu irmão de 13 anos.

Em Três Atos (2015) - dirigido por Lucia Murat

Quando uma intelectual octogenária é confrontada com questões da velhice e da morte, ela relembra a perda de sua mãe, há três décadas. De forma poética, o filme mistura a dança contemporânea —interpretada por uma bailarina de 85 anos e por uma jovem dançarina em seu auge— com diálogos inspirados nos escritos de Simone de Beauvoir. Esta obra pretende revelar a crueza de um corpo velho, além de focar a diferença entre a experiência de perder alguém para a morte e o medo de morrer.

K2 e os Lacaios Invisíveis (2015) - dirigido por Iara Lee

A cineasta Iara Lee e sua equipe retratam a vida de indígenas que trabalham como carregadores para alpinistas que visitam a região de Gilgit-Baltistan, no Paquistão. O filme mostra a coragem e os sacrifícios diários desses heróis anônimos que permitem a escalada da K2, a segunda maior montanha do mundo. Além disso, oferece um novo olhar sobre o Paquistão, país que a mídia costuma retratar apenas como território de conflitos.

Olmo e a Gaivota (2015) - dirigido por Petra Costa e Lea Glob

Olmo e a Gaivota é uma travessia pelo labirinto da mente de Olivia, atriz que se prepara para encenar A Gaivota, de Tchekov. Quando a peça começa a tomar forma o que parecia ser encenação revela-se como a própria vida. Ou seria o inverso?

Um Homem Só (2015) - dirigido por Claudia Jouvin

Arnaldo é um homem frustrado, preso a um casamento falido e a um trabalho que odeia. Até o dia em que conhece Josie, uma bela jovem de comportamento excêntrico, que trabalha com a tia em um cemitério de animais. Apaixonado, Arnaldo cria coragem e procura uma clínica clandestina que produz cópias de seres humanos, acreditando que um duplo poderá ser a solução para todos os seus problemas. Mas ele não esperava que, para levar adiante seus planos, precisaria enfrentar a si mesmo.

Aventura dos Sete Mares (2014) - dirigido por Lisa Marie Gamlem

O filme acompanha o garoto Tiny na busca pela verdade sobre o desaparecimento de seu pai. Tiny e a amiga Raven embarcam em uma aventura até o colorido e exótico reino de Lama Rama. Com o capitão Sabertooth e sua equipe, eles enfrentam grandes ondas e exploram florestas à procura do tesouro do rei Rufus.

Eva & Leon (2015) - dirigido por Emilie Cherpitel

Eva, uma mulher de 35 anos, é imprevisível, encantadoramente imatura e não tem filhos. Leon, 10, tem a seriedade e o raciocínio de um adulto e não tem família. Eva está entediada com sua vida privilegiada, bem como em sua vida amorosa. Leon acaba de fugir de um abrigo para tentar encontrar a mãe. Não era para eles se conhecerem, mas vão acabar passando cinco inesquecíveis dias juntos. Ele vai ensiná-la a crescer e ela vai mostrar ao garoto como ser criança de novo.

Girls Lost (2015) - dirigido por Alexandra-Therese Keining

Kim, Bella e Momo são três garotas de 14 anos que descobrem uma flor fantástica, de qualidades mágicas: ao beber seu néctar, elas se transformam em meninos e entram em um novo mundo. No início, elas gostam da recém-descoberta liberdade, mas logo Bella e Momo percebem que há desvantagens. Kim, porém, fica seriamente viciada.

Sabor da Vida (2015) - dirigido por Naomi Kawase

Sentaro administra uma pequena padaria que serve dorayakis —panquecas recheadas com pasta de feijão azuki. Quando Tokue, uma velha senhora, se oferece para ajudá-lo na cozinha, ele aceita com relutância. Mas Tokue mostra ter mãos mágicas para fazer o doce. Graças à sua receita secreta, o pequeno negócio em breve floresce e, com o tempo, Sentaro e Tokue vão abrir seus corações para revelar mágoas antigas.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: