NOTÍCIAS

Esquiador americano Gus Kenworthy é primeiro atleta radical a se assumir gay

22/10/2015 22:48 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Scott Halleran via Getty Images
SOCHI, RUSSIA - FEBRUARY 14: (BROADCAST-OUT) Gus Kenworthy of the USA Skiing team poses with his silver medal in the Olympic Park during the Sochi 2014 Winter Olympics on February 14, 2014 in Sochi, Russia. (Photo by Scott Halleran/Getty Images)

A história da sexualidade no esporte ganhou um novo capítulo nesta quinta-feira, quando o esquiador americano Gus Kenworthy tornou-se o primeiro atleta de alto rendimento no esporte radical a se assumir gay.

Medalhista de prata no esqui estilo livre nos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, no ano passado, ele revelou sua preferência sexual em entrevista que será publicada pela revista americana ESPN na sexta-feira da semana que vem.

"Eu sou gay", postou Kenworthy, no Twitter, compartilhando a futura capa da revista. A publicação também vai tratar da sexualidade da jogadora de futebol Megan Rapinoe, do triatleta Chris Mosier e do jogador universitário de basquete Derrick Gordon.

Prata nos Jogos de Inverno realizados na Rússia, Kenworthy agora diz que "teria sido uma ótima oportunidade de sair do armário", mas naquele país vigorava uma lei que poderia levar à cadeia quem fizesse publicidade do homossexualismo - independente do que isso signifique na prática.

Primeiro atleta de ação a se revelar gay, Kenworthy segue o caminho de atletas de outras modalidades, como o ex-jogador de basquete Jason Collins, o jogador de futebol Robbie Rogers (atualmente no Los Angeles Galaxy) e do jogador de futebol americano Michael Sam.

No Brasil, gerou repercussão este ano a revelação de que a ex-ginasta Laís Souza, que atualmente vive em cadeira de rodas, é bissexual. Melhor jogadora do mundo no vôlei de praia nesta temporada, Larissa é homossexual e casada com uma 'rival' das quadras, a também brasileira Lili.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: