NOTÍCIAS

Cuidado: links adulterados invadem o Facebook e podem te fazer de trouxa

22/10/2015 12:21 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Reprodução

Você deve ter visto links que falavam de 15 anos de sigilo de 15 anos na Petrobras e sobre Terceira Guerra Mundial. Pois é. Tem virado febre no Facebook a adulteração de links de notícias. Pela as nossas pesquisas e informações passadas por usuários, o G1 (Portal de Notícias da Globo) é o site que mais sofre com isso. Encontramos duas situações de conteúdo que viralizou, mas eram brincadeirinha.

1 - Dilma decreta sigilo de 15 anos para documentos da Petrobras.

Distribuição do efetivo fica 5 anos em segredo. Atuação administrativa, financeira, logística e operacional ficam sob...

2 - Rússia já começou ataques aéreos na Síria e todo mundo vai tomar no c* nessa terceira guerra mundial

Parlamento russo autorizou uso de tropas para apoiar forças de Assad. Autoridade americana disse que Moscou avisou os EUA uma hora antes.

Ao clicar nos links, você percebe que as notícias são diferentes. Mas aí fica a pergunta: como é feito isso? Simples: um recurso do Facebook permite que você edite os textos das chamadas das notícias nas redes sociais. A técnica é muito útil para quem trabalha como social media em sites de notícias, mas também abre margem para quem quiser fazer, digamos, uma pegadinha do Mallandro. Fizemos um vídeo mostrando como as pessoas fazem isso.

[Continue lendo e assista ao vídeo]

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: