NOTÍCIAS

Universidade de Toronto oferece curso gratuito de finanças

20/10/2015 12:05 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02
Peter Spiro via Getty Images
University College, built in 1851, the oldest building on campus.

Se as finanças comportamentais despertam seu interesse, ou se você ainda não conhece o tema, mas gostaria de entender por que tomamos algumas decisões tolas quando o assunto é dinheiro, um novo curso da Rotman School of Management, a escola de gestão da Universidade de Toronto, é uma ótima oportunidade para se aprofundar no assunto.

O curso, intitulado Behavioral Economics in Action (Finanças Comportamentais em Ação, em tradução livre), pode ser feito gratuitamente e está disponível na EdX, plataforma online de educação, criada pela Universidade de Harvard e pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), que oferece cursos gratuitos ministrados por professores de algumas das melhores universidades do mundo.

Dilip Soman é o professor responsável por ministrar as aulas. Ele é PhD em marketing e finanças comportamentais pela Universidade de Chicago e professor e pesquisador de finanças comportamentais da Rotman School, onde também é diretor do Instituto de Inovação da Índia.

Assim como outros cursos oferecidos na EdX, para se inscrever o interessado deve apenas acessar a página do curso, realizar um breve cadastro e fazer o download do conteúdo. Caso queira obter um certificado que comprova a realização do treinamento, é possível pagar uma taxa, que no curso em questão é de 49 dólares.

Ao fazer o download do curso, o aluno tem acesso a uma série de aulas em vídeo que podem ser assistidas a qualquer momento.

O curso é composto por seis unidades e cada uma compreende: de três a cinco aulas em vídeo, com durações que variam entre cinco a dez minutos; debates em vídeo com professores da área, que duram entre cinco e 20 minutos; artigos e materiais complementares; além de quizzes que mostram ao aluno se ele assimilou o conteúdo, mas que não têm caráter de prova.

Infelizmente, o material não é disponibilizado em português. Todos os conteúdos são apresentados em inglês e os vídeos contam com legendas em inglês.

Como o curso está sempre aberto e pode ser iniciado a qualquer momento, o aluno pode ajustar os planos de estudo para adiantar ou retardar a sua conclusão de acordo com suas possibilidades.

Conteúdo

As finanças comportamentais são uma vertente da psicologia econômica que estuda as emoções que estão por trás das nossas decisões financeiras.

O curso Behavioral Economics in Action toma como base os princípios das finanças comportamentais para aplicá-los a situações reais, que fazem parte do nosso dia a dia, tanto no universo da política e dos negócios, quanto nos aspectos sociais.

“Nosso trabalho é focado em selecionar aprendizados obtidos no nosso laboratório de finanças comportamentais, da teoria, e discutir suas aplicações para ajudar as pessoas a tomarem melhores decisões, com um passo de cada vez”, diz o professor Dilip Soman na aula de introdução ao curso.

Ele afirma que inicialmente são apresentados os princípios básicos das finanças comportamentais. Depois, o curso passa a discutir por que as pessoas são irracionais, quais são os princípios que norteiam a irracionalidade e discorre sobre alguns fenômenos que são relacionados ao modo como as pessoas pensam sobre dinheiro e tempo e como elas gerenciam esses dois recursos.

Em seguida, são abordados os métodos de estudo das finanças comportamentais e, por fim, o curso mostra as aplicações das finanças comportamentais a situações cotidianas.

“Todos nós já fomos expostos ao fato de que seres humanos não são racionais, que cometemos erros sistemáticos e que muitas vezes agimos de forma contrária aos nossos próprios interesses. Mas, nesse curso, queremos dar um passo adiante. Nós queremos fazer uma importante pergunta: e daí?”, diz o professor na introdução.

Avaliações

Na página de apresentação do curso, a maior parte das avaliações realizadas por alunos são positivas. Das 15 avaliações feitas, 13 atribuíram ao curso notas superiores a quatro estrelas e meia, sendo que a nota máxima é de cinco estrelas.

Dentre as avalições negativas, uma das alunas diz que não gostou do curso porque teve dificuldades para compreender o professor e porque as aulas se mostraram mais focadas em psicologia do que em economia.

Já as avaliações positivam mencionam que as lições aprendidas em aula podem ser realmente aplicadas para melhorar a tomada de decisões financeiras. Também afirmam que o professor é direto e pragmático e que o curso é uma ótima introdução ao universo das finanças comportamentais.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: