NOTÍCIAS
20/10/2015 09:24 -02 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Está desempregado e quer abrir uma franquia? Veja 6 passos que você deve seguir antes de tomar a decisão

BrianAJackson via Getty Images
Businessman in a blindfold stepping off a cliff ledge with giant hand drawing a bridge for a safe crossing concept for building bridges, risk, challenge, conquering adversity, ignorance and assistance

Com o mercado de trabalho nada bom, muitos brasileiros têm optado pelo negócio próprio. No segmento de pequenas e médias empresas, as franquias se destacam com a promessa de um plano de negócio já traçado e estabilidade da marca.

Só em 2014, o setor de franchising brasileiro faturou um total de R$ 128 bilhões, um crescimento de 7,7% em relação ao ano anterior, de acordo com os dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising).

“O sistema oferece diversas possibilidades de ‘virar patrão’ Há negócios para todos os bolsos”, diz a consultora jurídica Melitha Novoa Prado.

Mas, antes de investir suas economias numa franquia, é preciso considerar algumas questões, como analisar o mercado em que está se inserindo e, é claro, se esta é a melhor opção para o momento. "Independentemente do montante a ser investido, quem não avaliar a proposta de negócio da maneira correta, corre o risco de perder todo o seu dinheiro”, adverte Melitha.

Ela criou um roteiro de avaliações para que o investidor interessado em adquirir uma franquia não corra o risco de perder seu dinheiro, veja:

1. Investigue antes de investir

Investigar antes de optar pela franquia não se resume a obter dados e informações como números da franquia e sobre o mercado em que ela atua. "O que é tão relevante quanto isso é saber sobre a qualidade de relacionamento que o franqueador possui com a rede de franquia. A informação pode ser obtida com outros franqueados da rede", conta Melitha.

2. Não seja impulsivo

Segure sua ansiedade ao se deparar com uma grande proposta. Apesar de parecer uma boa ideia e uma chance imperdível, tenha calma, reflita sobre as informações, benefícios e as responsabilidades em ter um negócio, além de pensar se a franquia e seu sistema são os mais adequados ao seu perfil.

3. Entenda do negócio

Não se deixe levar pelo setor que está decolando ou pelo mais estável. Você precisa se identificar com a área em que vai atuar.

"A forma de trabalho lhe agrada? Existe alguma coisa que o incomode na operação do negócio?", questiona a especialista. Quem não gosta de cozinha ou de manipular alimentos, não pode comprar uma franquia de alimentação, por exemplo.

4. Se acostume a se arriscar

Franquia também tem seus riscos. Não existe franquia com risco zero e garantia de sucesso de 100%. Sendo assim, este é mais um motivo para que você estude, investigue e reflita bem antes de tomar a sua decisão.

5. Você está apto para ser empreendedor?

Empreender é muito mais do que ser seu próprio chefe. Você precisa ter uma série de habilidades e responsabilidades, como facilidade em se relacionar, de ser líder, motivar pessoas, lidar com problemas e encontrar soluções.

"Tudo isso deve ser levado em conta. Se houver dificuldades nestes aspectos, é sinal de problema à vista caso entre numa relação de franquia."

6. Por que está entrando no negócio?

Mais do que pensar nas responsabilidades de ter um próprio negócio, você precisa refletir sobre ter uma franquia, ou seja, se você topa seguir regras da franquia, do cerceamento de sua liberdade como gestor para dar algum desconto, se você se sente tranquilo e seguro possuindo um franqueador que lhe impõe procedimentos, se você se incomoda de ser avaliado pelo franqueador, entre outras obrigações.

"Se a sua vontade é agir com liberdade, seguindo suas ideias e convicções, a franquia pode ser frustrante para você", lembra a consultora jurídica Melitha Novoa Prado.

Além disso, o futuro franqueado precisa refletir sobre as questões pessoais.

"Franquia pode ser uma solução para muitos, mas não significa sucesso sem fronteiras. Existem nuances e características próprias que devem ser avaliadas por você, com muito cuidado, sem pressa e nem pressão, sem leviandade, com determinação, vontade e profundidade. Assim, a sua chance de obter sucesso e se realizar como empreendedor será muito maior.”

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: