NOTÍCIAS
10/10/2015 10:00 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Atentado mata 30 e fere mais de 100 na capital da Turquia

Defne Karadeniz via Getty Images
ANKARA, TURKEY - OCTOBER 10: (TURKEY OUT) Turkish security forces use tear gas after the deadly explosion at the blast site Ankara, October 10, 2015 Turkey. At least 30 people were killed and 130 people wounded in twin explosions on outside the main train station in the Turkish capital Ankara where people were gathering for a peace march. (Photo by Defne Karadeniz/Getty Images)

Pelo menos 30 pessoas morreram e 126 ficaram feridas em atentado cometido neste sábado (10) em Ancara, capital da Turquia, contra uma manifestação pela paz, de acordo com comunicado do Ministério do Interior do país.

Segundo o governo, o massacre foi causado às 4h04 (de Brasília) por duas explosões. Testemunhas, entre elas um correspondente da Agência EFE que estava a poucos metros da detonação, acreditam que pode se tratar de um atentado suicida.

O primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu, suspendeu durante três dias a campanha eleitoral para as eleições gerais que serão realizadas no país no próximo dia 1º de novembro. Além disso, foi convocada uma reunião de emergência com membros do alto escalão do governo e dos serviços de inteligência turcos, segundo a agência de notícias "Anadolu".

O líder do partido da esquerda pró-curda (HDP), Selahattin Demirtas, disse ao jornal Habertürk que esse "bárbaro massacre" lembra os atentados de Diyarbakir, do último dia 5 de junho, e o de Suruç, no dia 20 de julho. O primeiro deles, que deixou quatro mortos, foi cometido dois dias antes das últimas eleições em um comício do HDP. Já o segundo, que provocou 34 vítimas fatais, foi realizado contra uma assembleia de jovens esquerdistas ligados à luta curda na Síria.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: