MULHERES

4 perguntas (e respostas) sobre Svetlana Alexievich, a Nobel de Literatura 2015

09/10/2015 11:32 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
Ulf Andersen via Getty Images
LYON, FRANCE - MAY 22: Russian writer Svetlana Alexievich poses during a portrait session held on May 22, 2014 in Lyon, France. (Photo by Ulf Andersen/Getty Images).

Vencedora do Prêmio Nobel de Literatura deste ano, a bielo-russa Svetlana Alexievich é nome pouco conhecido entre os brasileiros, já que seus livros não foram editados por aqui - cenário que pode mudar com a honraria.

Enquanto isso, é possível conhecer curiosidades sobre a vida e obra da escritora e jornalista, que relata em seu trabalho eventos que mudaram os rumos da humanidade. Em War's Unwomanly Face (O Rosto Nada Feminino da Guerra, em tradução livre), de 1985, a autora apresenta a Segunda Guerra Mundial da perspectiva de mulheres que atuaram como soldadas, atiradoras de elite, médicas e enfermeiras. Já em Voices from Chernobyl: The Oral History of a Nuclear Disaster (Vozes de Chernobyl, em tradução direta), ela entrevistou mais de 500 pessoas e transmitiu os relatos nas páginas de seu livro.

Abaixo, confira quatro passos rápidos para conhecer a autora Svetlana Alexievich:

1. Quem é Svetlana Alexievich?

svetlana alexievich

Svetlana Alexievich nasceu em 31 de maio de 1948 em Ivano-Frankovsk, Ucrânia, onde morou com a mãe ucraniana e o pai bielo-russo, que servia o exército soviético. Com a dispensa dele do serviço militar, a família retornou para a Bielorrússia e se estabeleceu em uma vila local, onde os pais trabalhavam como professores. Ao sair da escola, Svetlana foi trabalhar como repórter na cidade de Narovl. Ela continuou com a carreira de jornalista e escreveu diversas reportagens, como o desastre de Chernobyl, a guerra soviética no Afeganistão e outros eventos, transcritos a partir de muitas entrevistas com testemunhas. Em 2000, Svetlana teve de deixar seu país por ser perseguida pelo regime ditatorial de Alexander Lukashenko e foi morar na França, Suécia e Alemanha, antes de retornar para a Bielorrússia, em 2011.

2. Por que ela ganhou o Nobel?

svetlana alexievich

A escritora foi premiada pela Academia Sueca por sua “escrita polifônica, um monumento ao sofrimento e a coragem em nosso tempo”, nas palavras do comitê de jurados. Já a secretaria permanente da Academia, Sara Danius, diz que Svetlana conseguiu transmitir um "mundo emocionante com os eventos históricos que ela cobriu em suas obras”. “Ela conduziu milhares de entrevistas com crianças, mulheres e homens, e, desta maneira, nos ofereceu uma história do ser humano a qual não conhecíamos”, concluiu Sara.

3. Quais são suas influências literárias e estilo de escrita?

svetlana alexievich

O trabalho de Svetlana foi influenciado pelas anotações feitas pela autora e enfermeira Sofia Fedorchenko, que escrevia sobre as experiências relatadas pelos soldados na Primeira Guerra Mundial. O estilo documental com que o compatriota Ales Adamovich reportava a Segunda Guerra Mundial também influenciou Svetlana. “Eu tenho procurado por um método literário que me permita aproximar ao máximo da vida real. Realidade sempre me atraiu como um ímã, ela me tortura e me hipnotiza, eu quis transmiti-la no papel. Então, eu imediatamente comecei a usar vozes e confissões, evidências testemunhais e documentais. É assim que eu ouço e vejo o mundo, como um coro de vozes individuais e uma colagem de detalhes do cotidiano”, disse Svetlana.

4. Quais livros são essenciais para compreendê-la?

svetlana alexievich

Apesar de Svetlana não ter nenhuma obra publicada no Brasil, há diversas em inglês para quem entende a língua. Em War’s Unwomanly Face (O Rosto Nada Feminino da Guerra, em tradução livre), de 1985, a escritora entrevistou centenas de mulheres soviéticas que participaram da Segunda Guerra Mundial em diferentes funções, como soldadas, atiradoras de elite, médicas e enfermeiras. Sara Denius recomenda que se comece com este livro: “Ele te deixa muito próximo de todos os indivíduos”. Zinky Boys: The Record of a Lost Soviet Generation (1992) e Voices from Chernobyl: The Oral History of a Nuclear Disaster (2006) são outras obras essenciais de Svetlana Alexievich.

LEIA MAIS:

-Por que existe uma seção só para literatura feminina nas livrarias?

-Svetlana Alexievich é a 14ª mulher a ser premiada com o Nobel de Literatura

-Como se pronuncia o nome do prêmio: 'Nóbel' ou 'Nobél'?

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: