NOTÍCIAS

Obama pede desculpas a Médicos Sem Fronteiras por ataque a hospital no Afeganistão

07/10/2015 16:08 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
Montagem/Facebook MSF/Reuters

O presidente dos EUA, Barack Obama, pediu desculpas à diretora da organização Médicos Sem Fronteiras após um ataque a um hospital no Afeganistão.

Segundo a CNN, o mandatário conversou com Joanne Liu na manhã desta quarta-feira (7).

"O presidente assegurou à Dr. Liu que a investigação conduzida pelo Departamento de Defesa vai proporcionar uma visão transparente, completa e objetiva dos fatos e das circunstâncias do incidente e que, se necessário, vai implementar mudanças para evitar que tragédias como essa aconteçam no futuro", afirmou o Secretário de Imprensa da Casa Branca, Josh Earnest.

Os EUA classificaram o ataque, que matou 22 pessoas como um erro. A ordem para bombardear o hospital saiu de dentro da cadeia de comando norte-americana. O MSF pediu a criação de uma comissão internacional e independente para investigar o ataque, realizado no fim de semana.

"Se deixarmos isso passar, estamos basicamente dando um cheque em branco para qualquer país em guerra", disse Liu, em entrevista coletiva a jornalistas em Genebra. "Não há comprometimento com uma investigação independente ainda".

Obama também telefonou para o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, para manifestar suas condolências pela perda de vidas de pacientes e funcionários durante o ataque, disse Earnest.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: