NOTÍCIAS

Indignado, ministro do TCU reclama de postura do governo contra relator e é aplaudido

07/10/2015 18:56 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
Montagem/TCE/MT/Estadão Conteúdo

O ministro André Luis de Carvalho, do Tribunal de Contas da União, disse causar estranheza o Planalto ter escalado três ministros, no último domingo (4), para fazer defesa do governo e dizer que ia pedir o afastamento do ministro Augusto Nardes, relator das contas de 2014.

"Quero deixar aqui registrada a minha indignação. Uma coletiva com três ministros de Estado é no mínimo estranha.”

Carvalho foi aplaudido pelo plenário. Após o comentário dele, os demais ministros seguiram o voto do ministro Raimundo Carreiro contra o afastamento de Nardes do comando do caso. A ação relatada por Nardes é que consta a manobra fiscal conhecida como “pedaladas fiscais”.

A Advocacia-Geral da União pediu o afastamento de Nardes do caso por considerar que ele feriu o regimento do órgão por ter supostamente antecipado o voto. Para Carreiro, o ministro não antecipou o voto nem feriu o regimento da corte de contas. Ele também rechaçou a hipótese de que a declaração de que o momento é “histórico” signifique a rejeição das contas.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: