MULHERES
05/10/2015 20:19 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02

Dilma esbraveja: 'O ministério é das MULHERES, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos'

ANDRÉ DUSEK/ESTADÃO CONTEÚDO

A presidente Dilma Rousseff corrigiu duas vezes uma gafe do cerimonial do Planalto, que chamou a nova pasta de Ministério dos Direitos Humanos, das Mulheres e da Igualdade Racial.

"Eu queria fazer uma retificação antes de começar a falar: o Ministério é Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. Nós erramos a ordem, peço desculpas a todos."

Em seguida, ela fez a correção novamente:

"Nilma Lino Gomes, dos Direitos Humanos... Errado. Está vendo? Aqui está errado. As mulheres vão me entender porque eu estou insistindo na ordem: é Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. Eles insistem. Eles insistem, eles insistem.”

Para a ministra Nilma Lino Gomes, que comandará a pasta, colocar as mulheres na frente é uma sinalização a proposta do governo.

Foi um equívoco, corrigido pela própria própria presidente. Agora, todos já sabem o nome certo do ministério. (…) É preciso superar e muito a questão da discriminação mulher e também em relação as questões raciais. Acho que são duas temáticas sociais muito fortes, sujeitos que compõem 52% , 53% da nossa população, essas políticas também temos que garantir os direitos humanos. É importante que as pessoas entendam o nome e a proposta do ministério de forma articulada. Somos um país só e temos que fazer justiça e igualdade racial para todos.”

Segundo ela, a junção dos ministérios servirá para avançar nos trabalhos, nas políticas, além de "criar uma discussão mais qualificada desse tema de forma conjunta e não de forma estanque e separada”.

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: