COMPORTAMENTO

Fique de olho nestas 6 escritoras em ascensão

02/10/2015 18:32 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:52 -02
CARGO VIA GETTY IMAGES

No vasto mundo da literatura, as mulheres ainda lutam para obter reconhecimento em um sistema que recompensa privilégios e conexões.

O National Book Awards, uma das honras mais importantes dos Estados Unidos, anunciou uma lista de finalistas vibrante e diversa,e a Fundação Rona Jaffe apresentou as vencedoras do seu 2015 Writers’ Award , honrando seis escritoras emergentes.

Os Writers’ Awards da Fundação Rona Jaffe têm 21 anos e foram criados pela autora Rona Jaffe para incentivar e apoiar escritoras talentosas em começo de carreira, seja de ficção, poesia ou não-ficção criativa.

Na cerimônia, realizada em meados de setembro, a poeta e memorialista Tracy K. Smith, premiada em 2004, falou apaixonadamente sobre os benefícios tangíveis e intangíveis de ter recebido esse tipo de apoio como uma jovem escritora negra.

Ela disse que lutava contra a dificuldade de sentir-se bem-vinda no círculo da literatura, além de enfrentar o desafio de achar tempo para escrever depois de ter filhos.

Eis seis autoras em ascensão em que você deveria ficar de olho:

Meehan Crist (não-ficção)

Projeto atual: Um livro mesclando memórias e ciência, The Silent Injury (a lesão silenciosa, em tradução livre) fala sobre a ciência do cérebro através das lentes de uma lesão cerebral traumática sofrida por sua mãe.

Vanessa Hua (ficção)

Projeto atual: Um romance, A River of Stars (um rio de estrelas, em tradução livre), sobre um funcionário de uma fábrica chinesa que vai para os Estados Unidos para dar à luz. Ela descobre que foi traída por seu amante e foge com a criança.

Ashley M. Jones (poesia)

Projeto atual: Uma coletânea de poesias, Magic City Gospel (evangelho da cidade mágica, em tradução livre), que se inspira em sua experiência como poeta negra no Alabama e a política da raça e da identidade, passado e presente.

Britteney Black Rose Kapri (poesia)

Projeto atual: Kapri agora promove Winona and Winthrop (Winona e Winthrop, em tradução livre), e seus próximos planos incluem compilar a antologia Unapologetically Black (negra sem pedir desculpas, em tradução livre), para promover sua esperança de um confronto honesto das questões de raça, violência e injustiça por meio da escrita.

Amanda Rea (ficção)

Projeto atual: O romance que se passa na Segunda Guerra Mundial e acompanha o crescimento de dois amigos, ao mesmo tempo explorando a problemática relação entre negros e americanos nativos na região.

Natalie Haney Tilghman (ficção)

Projeto atual: Um romance, Home Remedies (remédios caseiros, em tradução livre), que se inspira nas histórias de sua família ítalo-americana sobre a juventude em sua terra natal.

Enquanto esperamos a conclusão desses projetos, eis algumas vencedoras de edições anteriores do Writers’ Awards da Fundação Rona Jaffe, cujos livros você deveria começar a ler já:

Livros de escritoras que você deveria ler

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:


Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.